XIV JOGOS FLORAIS DE PORTO ALEGRE (1997)

CATEGORIA NACIONAL - TEMA: "HARMONIA"

TROFÉU: Eloy Maria de Oliveira Fardo

VENCEDORAS

Apresentada em ordem alfabética do (a) autor (a) das Trovas:

Que saudade da zoeira
que a criançada fazia...
Harmonia verdadeira
era aquela ... e eu não sabia!
Antonio Carlos Teixeira Pinto  -  Niterói/RJ
 
Brotam-me angústias remotas
se eu ouço, em horas de fel
toda a harmonia das notas
do Bolero de Ravel...
Lavínio Gomes de Almeida  -  Barra do Píraí/RJ

A chuva, num triste assédio,
caiu tanto a noite inteira,
que a harmonia se fez tédio
no compasso da goteira.
Lilla Ricciardi Fontes  - São Paulo/SP
 
Tanta harmonia se vê
entre nós dois, tanta, enfim,
que, quando estou sem você,
eu sinto falta de mim!
Sérgio Bernardo  -  Nova Friburgo/RJ

Qual cego inventando os dias,
mas com Deus lhe dando os tons,
Bethoven fez, de harmonias,
seu universo sem sons!
Zaé Júnior  -  São Paulo/SP
 

MENÇÕES HONROSAS

Quebraste a nossa harmonia
e escravizado ao teu jeito,
meu coração, hoje em dia,
é um corpo estranho em meu peito!
Almerinda Liporage  -  Rio de Janeiro/RJ
 
Se a vida não mais mostrasse
os homens matando a esmo,
se a harmonia enfim reinasse,
o céu seria aqui mesmo!
Carolina Ramos  -  Santos/SP

Harmonia é ver que alguém,
tendo poucos bens terrenos,
divide o pouco que tem
com aqueles que têm menos!
Izo Goldman -   São Paulo/SP
 
Para ter paz e harmonia
no lar, é mais importante,
não o pão de cada dia,
mas o amor de cada instante.
Orlando Brito  -  São Luís/MA

Não pode haver harmonia,
enquanto houver, para a ceia,
muitos com mesa vazia,
e poucos com mesa cheia...
Rodolpho Abbud  -  Nova Friburgo/RJ
 

MENÇÕES ESPECIAIS

É tão perfeita a harmonia
com que a vida nos sorri,
que vives minha alegria
e eu vivo a que vem de ti.
Anita Thomaz Folmann - Ponta Grossa/PR
 
Só vendo, no dia a dia,
as discussões que forjamos...
Mas, quando volta a harmonia,
meu Deus, como nos amamos!
Antonio Carlos Teixeira Pinto - Niterói/RJ

Ornando formas e espaços,
o artista seus dons apura
e, na harmonia dos traços,
empresta vida à pintura...
Edmar Japiassú Maia - Rio de Janeiro/RJ
 
Mergulhei na fantasia
e, só mergulhando fundo,
foi que encontrei a harmonia
que encheu de paz o meu mundo!
Maria Nascimento Santos Carvalho - Rio de Janeiro/RJ

A fome, às vezes, batia
e, embora faltasse o pão,
nunca faltou harmonia
na velha casa de chão!
Pedro Ornellas  -  São Paulo/SP
 
-------------------------------------------------------------------------------------

CATEGORIA NACIONAL

TEMA: "REDE" - Humorísticas

TROFÉU: Maria Pampin

VENCEDORAS
Apresentada em ordem alfabética do (a) autor (a) das Trovas:

- A rede apanhou-me! Chora
desolada uma sardinha.
- Como vou criar, agora,
meus filhos numa latinha?!...
Adélia Victória Ferreíra  -  São Paulo/SP
 
Na rede, pela manhã,
sonhei com a loura incomum.
Na melhor hora do tchan,
a rede arrebenta e ... tchun!
Arfindo Tadeu Hagen  -  Juiz de Fora/MG

Às vezes, me desespero
e penso: "Se eu trabalhasse...
mas deito na rede e espero
que o "mau pensamento" passe!!!
Izo Goldman  -   São Paulo/SP

Só três?! (o paizão lamenta),
vendo os bebês no bercinho.
Ah, se a rede não rebenta,
"nóis enchia esse quartinho!"
Jaime Pina Ribeiro  -  São Paulo/SP

"Dez filhos do mesmo leito?!"
pergunta o padre e ela fala:
"Acho que não, pois suspeito
que um é da rede da sala..."
Marina Bruna  -  São Paulo/SP
 

MENÇÕES HONROSAS

Eu fico pouco à vontade
num caixão sem atrativo.
Minha rede...ah, que saudade
do tempo em que eu era vivo!...
Djalda Winter Santos  -  Rio de Janeiro/RJ

Tenho, em Brasília, um vizinho
que lembra os bebês saudáveis.
Só dorme em redes de linho
e usa "fraudes" descartáveis!...
José Maria Machado de Araújo  -  Río de Janeiro/RJ

Ao deitar na rede, o Guido
morreu de uma forma tétrica,
porque, de tão distraído,
deitara na rede elétrica!
Renata Páccola  -  São Paulo/SP
 
Na rede, a freira medita...
mas, outra, lhe diz do leito:
"Durma, com Deus, Benedita"
"É o jeito, querida, é o jeito!"
Sérgio Ferreira da Silva  -  São Paulo/SP

O jovem par quando vai
pra rede, e começa a dança,
cair, a casa não cai,
mas que balança ... balança!
Waldir Neves  -  Rio de Janeiro/RJ
 

MENÇÕES ESPECIAIS

Foi um Tarzan bem dotado
e, hoje, velho, causa dó:
vive na rede deitado
e já nem usa o cipó!
Edmar Japiassú Maia  -  Rio de Janeiro/RJ
 
A um escritor mal letrado
informa o editor maroto:
Seu livro está esgotado,
joguei na rede de esgoto!
Edmar Japiassú Maia  -  Rio de Janeiro/RJ

- Se um dia eu virar defunto,
vou ser na rede, enterrado.
- Que melhor caixão, pergunto,
pra quem viveu "pendurado"?...
Heloísa Zanconato Pinto  -  Juiz de Fora/MG
 
Nosso motel não tem cama,
mas tem rede ... Vão topar?
E o jovem casal exclama:
- Nós não viemos pescar...
José Tavares de Lima  -  Juiz de Fora/MG

Lá na rede, um barrigudo,
a cerveja e um pensamento:
A bebida não é tudo,
mas é quase cem por cento".
Sérgio Ferreira da Silva  -  São Paulo/SP
 
===============================================================================
 Homenagem

 A publicação de duas trovas sobre CHIMARRÃO é a homenagem à nossa querida e conceituada trovadora NILZA CASTRO, a associada de mais idade da UBT Porto Alegre.

Chimarrão, mito sagrado
dos ancestrais de Sepé,
rasgando a terra no arado,
nos campos de santa-fé! 

Meu chimarrão é um charrua
na verde seiva pisada...
É um beijo de prata e lua,
no apojo da madrugada!
 ==============================================================================

CATEGORIA ESTADUAL - TEMA: "CHIMARRÃO"

TROFÉU: João Freire Filho

VENCEDORAS
Apresentada em ordem alfabética do (a) autor (a) das Trovas:

Chimarrão! Hoje eu proponho
do meu querer, dar-te prova:
beber-te em "bomba" de sonho
na "cuia" da minha trova!
Delcy Canalles  -  Porto Alegre/RS
 
Chimarrão, tem mais sabor
quando a bomba prateada
volta trazendo o calor
dos lábios da minha amada!
Doralice Gomes da Rosa  -  Porto Alegre/RS

É na comunhão singela
da cuia do chimarrão,
que nosso pago nivela
o campeiro e seu patrão!
Lacy José Raymundi  -  Garibaldi/RS
 
Peço ao sol, em oração,
e à lua, em seu branco véu,
que não falte um chimarrão
na grande estância do céu!
Wilma Mello Cavalheiro  -  Pelotas/RS

Esquece esta vida andeja,
vem tomar um chimarrão,
é cedo, a manhã boceja,
na longa esteira do chão!
Wilma Mello Cavalheiro  -  Pelotas/RS
 

 MENÇÕES HONROSAS
Apresentada em ordem alfabética do (a) autor (a) das Trovas:

Na mágoa da tua ausência,
vou bebendo solidão,
rememorando a querência
no verde do chimarrão!
Beatriz de Castro  -  Porto Alegre/RS
 
Mate-amargo! Chimarrão!
Tu, que um sangue verde estampas,
és a própria tradição
dos verdes campos dos pampas!
Delcy Canalles  -  Porto Alegre/RS

Campos distantes do pago
e cantos de liberdade,
são as lembranças que afago
no chimarrão da saudade!
Lydia Lauer  -  Caxias do Sul/RS
 
Mesmo estando atarefado,
de dois vícios eu não largo:
do teu beijo adocicado
e o chimarrão sempre amargo.
Mílton Sebastião de Souza  -  Porto Alegre/RS

Meu chimarrão, tu retratas
meu pampa com perfeição:
por dentro, o verde das matas,
por fora, a cor do meu chão
Wilma Mello Cavalheiro  -  Pelotas/RS
 

  MENÇÕES ESPECIAIS
Apresentada em ordem alfabética do (a) autor (a) das Trovas:

Chimarrão de pura essência,
velha herança missioneira,
és o brasão da querência
definindo uma fronteira!
Beatriz de Castro  -  Porto Alegre/RS
 
O meu chimarrão, componho
quando a lua, ainda na estrada,
reponta a tropa do sonho
nas brumas da madrugada.
Conrado da Rosa  -  Porto Alegre/RS

Uma "bomba" de luares
e uma "cuia" de afeição...
Eis as formas singulares
de se tomar chimarrão!
DeIcy Canalles  -  Porto Alegre/RS
 
Apeie, peão, se abanque,
venha tomar chimarrão!
Amarre o pingo ao palanque:
- Aqui, ninguém é patrão!
Doralice Gomes da Rosa  -  Porto Alegre/RS

No pago, noite serena
e um chimarrão bem cevado.
Ao pé de mim, a morena.
Lua cheia do outro lado...
Lydia Lauer  -  Caxias do Sul/RS
 
--------------------------------------------------------------------------------
 
TEMA: ÁGUA - Humorístico

TROFÉU: Heloísa Zanconato Pinto

VENCEDORAS
Apresentada em ordem alfabética do (a) autor (a) das Trovas:

Diz, num porre, o coroinha,
na missa, ao Padre Pimenta:
- Eu só tomei umazinha,
o resto foi água-benta!
Doralice Gomes da Rosa  -  Porto Alegre/RS
 
O pinguço diz, sem graça,
ante às águas da cachoeira:
- Se tudo fosse cachaça,
ah! que baita bebedeira!
Lacy José Raymundi  -  Garibaldi/RS

Com a água não se deu bem,
o clone de peixe-boi:
- Sem saber quem é de quem,
atrás da vaca ele foi!
Marlê Beatriz Araújo  -  Viamão/RS
 
Tem raiva de água o menino
e aplica seu ódio estranho
com este instinto assassino:
todo dia "enforca" o banho!
Mílton Sebastião de Souza  -  Porto Alegre/RS

O bom genro receitava
um tratamento estupendo:
"Língua de sogra se lava
sempre, com água fervendoI
Mílton Sebastião de Souza  -  Porto Alegre/RS
 

MENÇÕES HONROSAS
Apresentada em ordem alfabética do (a) autor (a) das Trovas
:

Ao ver o broto nadando,
o vovô, já bem caduco,
se joga na água, gritando:
"Tô maluco, tô malucoI
Doralice Gomes da Rosa  -  Porto Alegre/RS
 
Por não chegar à conquista
com que sonho, vivo em mágoa:
sonho ser especialista
em dar nó em pingo d'água
Lacy José Raymundi  -  Garibaldi/RS

Querendo afogar as mágoas
vai à pinga, vai ao bar,
mas, como vive nas águas
elas já sabem nadar...
Luiz Machado Stábile  -  Uruguaiana/RS
 
Ela tem barriga d'água?
pergunta a mãe, preocupada,
e o médico, sem ter frágua:
- Mas o peixinho já nada...
Luiz Machado Stábile  -   Uruguaiana/RS

A moça chora num brado
e o padre diz, em voz lenta:
- Pra lavar tanto pecado,
só um tanque de água benta!
Wilma Mello Cavalheiro  -  Pelotas/RS
 

MENÇÕES ESPECIAIS
Apresentada em ordem alfabética do (a) autor (a) das Trovas:

De tão magra, dava mágoa,
pois, quando a chuva caía,
passava entre os pingos d'água
e a pintura nem saía...
Delcy Canalles  -  Porto Alegre/RS
 
Foi ver a dança das águas
o português Jambolão.
Retornou cheio de mágoas,
não achou nem o salão...
Flávio Roberto Stefani   -  PortoAlegre/RS

Água mole em pedra dura,
água dura em pedra mole.
A primeira, diz que fura;
a segunda, aumenta a prole!
Gislaine Canales  -  Porto Alegre/RS
 
Parece uma bomba d'água
faz um grande barulhão,
quando o gaúcho deságua
alí, atrás do galpão...
Gislaine Canales  -  Porto Alegre/RS

Fêz pose no trampolim
mas, distraído, o Janjão,
só dentro d'água é, que, enfim,
viu que estava sem calção!
Marlê Beatriz Araújo  -  Viamão/RS
 
===================================================================
 
Concurso Estudantil de Trovas - 1º grau - Âmbito Estadual (RS)

Tema: Vída - Lírícas e Filosóficas

Troféu "Sophia Irene Canalles"

Vencedores

Minha vida vai passando,
como folha solta ao léu.
Com isso, vou disputando
um lugarzinho no céu.
Alessandra Antunes
E. M. Aramy Silva/ Poa
 
Obrigado, minha vida,
por você me conceder
esta dádiva querida:
o milagre de viver!
Ederson Juliano Savi Pauletti
E. M. Gabriel Obino/ Poa

Uma flor desabrochando,
andorinhas a voar.
É a natureza expressando
a vida que está no ar,
Ederson Juliano Savi Pauletti
E. M. Gabriel Obino/ Poa
 
Um outro dia, quem sabe,
eu voltarei a te ver,
pois não há vida que acabe,
sem um outro renascer.
Graziella Araújo
E. M. Gabriel Obino/ Poa

Ela nunca foi pedida,
é, sim, um sopro de Deus.
Ela nos foi concedida,
logo somos filhos seus.
Marizane Bogdan
E. M. Aramy Silva/Poa
 

Menções Honrosas

Eras tudo em minha vida,
eras parte do meu ser,
mas, após tua partida,
não sei mais o que é viver.
Ederson Juliano Savi Pauletti
E. M. Gabriel Obino/ Poa
 
Minha vida será tua
todo dia, toda hora,
te daria até a lua,
se tu não fosses embora!
Fernanda Marques Cardoso
E. M. Gabriel Obino/ Poa

Linda vida nós teremos,
se todos aproveitarmos.
Muito mais nós viveremos,
se drogas nós não usarmos.
Graziella Araújo
E. M. Gabriel Obino/ Poa
 
A vida, para ser boa,
tem que ser como uma flor,
não largada assim, à toa,
mas tratada com amor.
Patrícia de Oliveira
E. M. Aramy Silva/ Poa

Ver com bons olhos a vida,
saber que não é madrasta,
é como lição sabida,
e que jamais se desgasta.
Tamara da Sílva Moura
E. M. Aramy Sílva/ Poa
 

 Menções Especiais

A nossa grande alegria
é fazer da nossa vida
uma eterna fantasia,
sempre linda e colorida.
Aline Amaral Trindade
Cruz Alta/RS
 
Alegrias e tristezas,
os sonhos e fantasias
sempre expressam as belezas
da vida e suas magias.
Ederson Juliano Savi Pauletti
E. M. Gabriel Obino/Poa

A maior felicidade
que a pessoa pode ter
é ser alguém de verdade,
é ser amado e viver.
Graziella Araújo
E. M. GabríeI Obino/Poa
 
Em mim aquele desejo
de uma vida sem rancor,
quando era meu o teu beijo,
era de outra o teu amor.
Mônica Martins da Silva
E. M. Gabriel Obino/Poa

Um bebê cheio de vida,
não podem jogar no lixo,
que a vida, por mais sofrida,
não se compara a de um bicho!
Patrícia Martins Barcellos
E. M. Gabriel Obino/Poa
 
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////