XXVII JOGOS FLORAIS DE POUSO ALEGRE – 2006

ÂMBITO NACIONAL / INTERNACIONAL = TEMA “RELÓGIO”
(Comissão Julgadora: Eduardo Toledo, Héron Patrício e Conceição A. C. de Assis)

1º lugar:
No meu relógio os ponteiros
são como dois namorados:
passa uma hora e, matreiros,
estão de novo abraçados...
DOMINGOS FREIRE CARDOSO – ÍLHAVO / PORTUGAL

2º lugar:
Entre os teus seios, menina,
onde ninguém teve acesso,
bate um relógio em surdina,
clamando por meu regresso!
JOSAFÁ SOBREIRA DA SILVA – RIO DE JANEIRO

3º lugar:
Ao ver tua velha mala,
o relógio me convida
a escutar por toda sala
um toque de despedida.
SARAH CASTELO BRANCO RODRIGUES – SALINÓPOLIS / PA

4º lugar:
O relógio da saudade,
se excedendo em lentidão,
transforma em eternidade
as horas de solidão.
WANDIRA FAGUNDES QUEIROZ - CURITIBA

5º lugar:
Quero um relógio, querida,
cujo mágico processo
atrase a tua partida
e abrevie o teu regresso.
JOÃO COSTA – SAQUAREMA / RJ

 

MENÇÕES HONROSAS (por ordem alfabética)

Ao redor deles se agrupam
o mundo, risos e achaques,
porém... relógios se ocupam
apenas de tique-taques...
ÉLBEA PRISCILA DE SOUSA E SILVA – CAÇAPAVA

Com seus gestos zombeteiros
o tempo, na trajetória,
vai desgastando os ponteiros
do relógio da memória.
ÉLEN DE NOVAIS FELIX – NITERÓI

Este relógio é um castigo!
- Vai, de meia em meia hora,
acordando um sonho antigo...
que se nega a ir embora!
ROBERTO RESENDE VILELA – POUSO ALEGRE

Ao som do despertador,
erga-se alegre... sorria!...
E agradeça ao Criador
pelo sol de um novo dia!
ROBERTO RESENDE VILELA – POUSO ALEGRE

Outro amor, de mim, ocultas
e eu vejo nos olhos teus
quando o relógio consultas,
que está na hora... do adeus.
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA – SÃO PAULO

 

MENÇÕES ESPECIAIS

Assim que me aposentei,
ao meu relógio dei fim...
Sem ele eu me sinto um rei,
dono do tempo e de mim!
ANTONIO AUGUSTO DE ASSIS – MARINGÁ

Todos nós temos no peito,
regendo a nossa emoção,
um relógio assaz perfeito
que se chama coração!
ANTONIO SIÉCOLA MOREIRA – SANTA RITA DO SAPUCAÍ / MG

Esta angústia que me invade,
num sofrimento sem fim,
é o relógio da saudade
batendo dentro de mim...
IVONE TAGLIALEGNA PRADO – BELO HORIZONTE

Em meio à terceira idade,
nosso relógio não cansa:
marca as horas da saudade
com ponteiros de esperança!
JOSÉ VITOR DE PAIVA – POUSO ALEGRE

Perdeu, por fatalidade,
quando ao encontro faltou,
o trem da felicidade,
porque o relógio atrasou.
THEREZINHA ZANONI FERREIRA – RIO DE JANEIRO

==============================================

IV CONCURSO ENTRE OS “NOTÁVEIS TROVADORES” TEMA = “CRUZ”
Comissão Julgadora: Flávio Roberto Stefani, Severino Silveira de Souza e Cláudio Derli Silveira (UBT Porto Alegre)
OBS: todos os classificados, dentro de sua categoria, aparecem por ordem alfabética.

VENCEDORES

Teus brancos lençóis de renda,
o teu corpo à meia-luz,
são, nesta doce oferenda,
meu sudário e minha cruz!
ARLINDO TADEU HAGEN – JUIZ DE FORA

Nos mais tristes dias teus,
beija a cruz, buscando a paz,
pois tudo nos vem de Deus
e Deus bem sabe o que faz!
CAROLINA RAMOS – SANTOS

O remorso que me verga
tem o peso dos escombros
de uma cruz que não se enverga...
mas como pesa em meus ombros!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA – RIO DE JANEIRO

Carrega, de fronte erguida,
tua cruz pesada, e entende
que na escola desta vida
quem mais sofre, mais aprende...
JOSÉ TAVARES DE LIMA – JUIZ DE FORA

Comungo o pesar alheio
porque há muito tenho em mente
que uma cruz partida ao meio
são dois madeiros somente.
SÉRGIO BERNARDO – NOVA FRIBURGO

 

MENÇÕES HONROSAS

Cristo expirou numa cruz,
pelo direito de amar,
deixando um rastro de luz
que jamais há de apagar.
JOSÉ MESSIAS BRAZ – JUIZ DE FORA

A cada novo empecilho,
seja audaz, perseverante;
a cruz mais pesada, meu filho,
“Alguém” já levou adiante!
JOSÉ OUVERNEY - PINDAMONHANGABA

Pago, em sendo pecador,
mas não reclamo um segundo...
Pagar pecados de amor
é a cruz mais leve do mundo!
RODOLPHO ABBUD – NOVA FRIBURGO

Pelo sangue redentor
de Jesus de Nazaré,
a cruz, legenda de dor,
se fez legenda de fé!
WALDIR NEVES – RIO DE JANEIRO

A minha cruz é Maria...
Cruz pesada de levar.
Mas a ninguém deixaria
que a levasse em meu lugar...
WALDIR NEVES – RIO DE JANEIRO

 

MENÇÕES ESPECIAIS

Não é o peso da cruz
que torna lentos meus passos,
mas minha vida sem luz,
toda feita de fracassos!
ANTONIO CLARET MARQUES – GUAXUPÉ / MG

No alto, a cruz... a treva... o nada...
só o desalento sofrido
que precedia a alvorada
de um mundo por Deus remido!
CAROLINA RAMOS

Só por falta de humildade
quanta gente se perdeu,
por duvidar da verdade
que Ele na cruz escreveu!
CAROLINA RAMOS

Uma cruz de horas amargas,
que me redobra os esforços,
faz que eu tenha as costas largas
pelo peso dos remorsos...
EDMAR JAPIASSÚ MAIA

Ninguém vê minhas pegadas
por onde a dor me conduz;
apagou-se nas estradas
o rastro da minha cruz!
SÉRGIO BERNARDO

==============================================

VII CONCURSO ENTRE ASSINANTES DO “TROVALEGRE”
(Comissão Julgadora de ambos os gêneros: Conceição A. C. de Assis, Eduardo A. O. Toledo e Roberto Resende Vilela – UBT Pouso Alegre)

GÊNERO LÍRICO / FILOSÓFICO = TEMA: “SEGREDO”

1º lugar:
Da morte? – Sim, tenho medo,
mas temo mais pelo além...
- Esse insondável segredo,
não revelado a ninguém!!!...
MARIA MADALENA FERREIRA – MAGÉ / RJ

2º lugar:
O segredo da existência
plena de luz e de paz,
é, deveras, conseqüência
de tudo o que a gente faz!...
HERMOCLYDES SIQUEIRA FRANCO - RIO DE JANEIRO

3º lugar:
Não te dobres à vaidade
quando buscares a glória,
que reside na humildade
o segredo da vitória.
ELEN DE NOVAIS FELIX – NITERÓI

 

MENÇÕES HONROSAS

Tal qual uma água escondida,
que escapa por entre os dedos,
como é difícil na vida
esconder nossos segredos!...
ERCY MARIA MARQUES DE FARIA – BAURU

Segredo só é segredo
quando guardado por um:
se alguém mais sabe do enredo,
não há segredo nenhum!...
LACY JOSÉ RAYMUNDI – GARIBALDI / RS

Um coração que não traz
em si segredos de amor
é fogo morto, incapaz
de espalhar luz e calor.
SANDRO PEREIRA REBEL – NITERÓI

MENÇÕES ESPECIAIS

Se for segredo, não diga,
e nem confie em ninguém,
pois saiba que sua amiga
tem uma amiga também.
ARGEMIRA FERNANDES MARCONDES – TAUBATÉ

O segredo do sucesso
não é força, mas o jeito;
por que fazer em excesso?
Faça menos... e bem feito!
JOSÉ OUVERNEY

Nem covardia nem medo,
bom senso apenas, meu bem!
- O que se quer em segredo...
não se revela a ninguém.
MARIA MADALENA FERREIRA

Falassem os arvoredos...
e o mundo iria corar
ante os milhões de segredos
que o vento deixa, ao passar!...
MARIA MADALENA FERREIRA

=======================================================================

GÊNERO HUMORÍSTICO = TEMA: “UM DOS DIAS DA SEMANA”

1º lugar:
Foi visto pegando a “bicha”
na terça de carnaval...
- Não julgue e nem faça rixa...
Ele estava em Portugal!
JOSÉ ROBERTO RODRIGUES – BELÉM / PA

2º lugar:
Flagrado com a vizinha,
justifica a traição:
- Veja a data na folhinha
– Sexta-feira da PAIXÃO!
ÉLBEA PRISCILA DE SOUSA E SILVA

3º lugar:
Minha mulher é nanica,
mas na cama é colossal:
ronca mais do que cuíca
na terça de carnaval!...
WANDA DE PAULA MOURTHÉ – BELO HORIZONTE

MENÇÕES HONROSAS

Do franguinho, some a coxa,
lá na “encruza”, sexta-feira...
Exu “baixa” e berra: Pôxa!!!
Até aqui... roubalheira?!!!
ALBA HELENA CORRÊA - NITERÓI

Domingo... levanto cedo,
sem acordar a patroa.
É esse o grande segredo
de ficar mais tempo à toa!
ANTONIO CARLOS TEIXEIRA PINTO – BRASÍLIA

Ser corno de amigo arrasa?
Nem tanto, pois eu me vingo:
sábado ele vai lá em casa,
vou na dele no domingo!
JOSÉ OUVERNEY

 

MENÇÕES ESPECIAIS

Seu Joaquim, não me confunda,
quero resposta certeira:
essa carne de “segunda”
é boa pra terça-feira?!...
JOSÉ TAVARES DE LIMA

Para que não se confunda
e evite mal entendido,
reserva, a Dora, a segunda
somente para o marido!
LACY JOSÉ RAYMUNDI

De segundas até sextas
entopem os meus ouvidos,
sábios metidos a bestas,
bestas bancando os sabidos...
LACY JOSÉ RAYMUNDI

Eu só bebo socialmente
com amigos de primeira
que aparecem, tão somente
de segunda a sexta-feira!
RENATA PACCOLA – SÃO PAULO

====================================================

CONCURSO DE TROVAS “40 ANOS DA UBT”

TEMA: TROVA (ou TROVADOR)
Comissão Julgadora: Arlindo Tadeu Hagen, Carolina Ramos, Domitilla Borges Beltrame, Eduardo A.O. Toledo, Flávio Roberto Stefani e Izo Goldman.
(classificados, por ordem alfabética)

VENCEDORES:

Apesar do espaço estreito
da trova, em que me reflito,
é nele que eu tenho feito
viagens... pelo infinito!
JOÃO FREIRE FILHO – RIO DE JANEIRO

A trova, quando termina
em perfeita construção,
é uma casa pequenina,
com requintes de mansão!
JOSÉ MESSIAS BRAZ

Pequenina no formato,
mas imensa no que cria,
a trova é como um retrato
três-por-quatro da poesia.
SANDRO PEREIRA REBEL

 

MENÇÕES HONROSAS:

Duas rimas simplesmente,
sete sílabas certinhas,
uma idéia, e a nossa mente
vai brincando em quatro linhas!
ALBA CHRISTINA CAMPOS NETTO – SÃO PAULO

A Trova bem construída...
que aos bons princípios conduz,
pelos escuros da vida
é uma cascata de luz!
ROBERTO RESENDE VILELA – POUSO ALEGRE

A Trova que se revela
em sua forma e magia
é uma pequena aquarela
na tela da Poesia.
SEBAS SUNDFELD – TAMBAÚ / SP