XXIII JOGOS FLORAIS DE RIBEIRÃO PRETO - 2010

 

TEMA NACIONAL: VIAGEM

 

CATEGORIA VENCEDOR 

(troféu)

 

1º lugar

A mais bonita homenagem,

concede-a Deus,qual troféu,

a quem completa a viagem,

sem mancha,do berço ao céu!

Antônio Augusto de Assis - Maringá-PR

2º lugar

Já reservei a passagem

e aguardo sem reclamar...

que a data desta Viagem

é Deus quem vai carimbar!

Carolina Ramos - Santos-SP

3º lugar

A viagem dos meus sonhos,

eu fiz,pensando em você,

e esses dias, tão risonhos,

eu agradeço à UBT!

Gislaine Canales - Balneário Camboriu/SC

4º lugar

Minha primeira viagem

foi num Maria-fumaça.

Guardo até hoje a passagem

na saudade, que não passa...

Antônio Augusto de Assis - Maringá-PR

5º lugar

Se a vida é apenas passagem

quero que me façam jus;

na minha última viagem

deixem que eu veja Jesus!

Ademar Macedo - Natal-RN 

 

VIAGEM

CATEGORIA MENÇÃO HONROSA

(medalha dourada)

 

1º lugar

Viagem nunca esquecida,

eu fiz de trem, com meu pai,

a lembrança traz-me à vida,

quem da memória não sai!

Delcy Rodrigues Canalles - Porto Alegre-RS

2º lugar

Teu ciúme foi bobagem

e causou minha revolta.

Mas,cancelei a viagem

por amor... e estou de volta!

Therezinha Dieguez Brizolla - São Paulo-SP

3º lugar

A vida faz seu traçado

e ao longo desta viagem,

coloco a sorte ao meu lado

e a esperança na bagagem!...

Marilúcia Resende - São Paulo-SP

4º lugar

De viagem,vem o vento

e beija a flor quando passa...

É um amor só de momento,

                              como tantos que há na praça!
Marina Bruna - São Paulo-SP

5º lugar

Numa viagem,sozinho,

vagando entre a luz e o breu,

procuro pelo caminho

um sonho que se perdeu...

Renata Paccola - São Paulo-SP

 

 

                        CATEGORIA MENÇÃO ESPECIAL

(medalha prateada)

 

1º lugar

A caminho do infinito,

prossigo a minha viagem...

levo o que é  de mais bonito:

o nosso amor na bagagem!

Roberto Tchepelentyky - (São Paulo-SP)

2º lugar

A saudade de um mocambo

nesta viagem matei,

revendo meu pé de jambo

que lá no sertão plantei.

Sebastião Isidro de Araújo - (Angra dos Reis,RJ)

3º lugar

Escrever é uma viagem,

um prêmio de quem tem sorte,

levando o amor, na bagagem

e a trova por passaporte!

Gislaine Canales - Balneário Camboriu/SC

4º lugar

Singrando os mares da vida,

com você por minha escolta,

mais suave torna-se a ida,

nesta viagem sem volta.

Wanda de Paula Mourthê - Belo Horizonte-MG

5º lugar

Viagem ao ninho antigo,

refúgio na mocidade,

voltei,mas meu lar amigo

só vive em minha saudade!

Giva Silva - São Paulo-SP

--------------------------------------- 

 

TEMA NACIONAL: TURISTA

 

CATEGORIA VENCEDOR

(troféu)

 

1º lugar

Presença sempre benquista

toda vez que ele aqui vem,

Deus abençoe o turista!

-E os seus dólares também!!!

José Ouverney - Pindamonhangaba-SP

2º lugar

Um turista encapotado,

indo a campo de nudista,

diz,ao ser interpelado:

“só vim por causa da vista”.

Eduardo Domingos Bottallo - São Paulo-SP

3º lugar

Um mau negócio o turista

faz no Rio de Janeiro,

pois enquanto vê a vista

fica a prazo sem dinheiro.

Olympio da Cruz Simões Coutinho - Belo Horizonte MG

4º lugar

Sem querer fazer fofoca,

disse um turista emergente:

no carnaval carioca

tem mais “gringo”do que gente.

Ademar Macedo - Natal-RN 

5º lugar

De uma turista estrangeira,

vendo as quedas do Iguaçu:

-Será que isso é cachoeira

ou é chuveiro de Itu?...

Antonio Augusto de Assis - Maringá-PR 

 

 

CATEGORIA MENÇÃO HONROSA

(medalha dourada)

 

1º lugar

Curtiu férias na cadeia

certo turista abusado:

mexeu com garota alheia...

a filha do delegado.

Giva Rocha - São Paulo-SP

2º lugar

Teve a baiana um chilique,

ao dizer:”Vai vatapá?”

e o turista,num trambique:

“Se eu vou tapa? É pra já!

Marilúcia Rezende - São Paulo-SP

3º lugar

A turista,sem “traseira”,

no seu biquíni de malha,

quando viu a “brasileira”

                                                             enrolou-se na toalha!!
Neide Rocha Portugal - Bandeirantes-PR

4º lugar

Turista pára um momento

com a sua companheira,

enquanto olha o monumento,

deixa roubar a carteira.

Antonio José Barradas Barroso - Parede (Portugal)

5º lugar

Na ortografia refeita,

grande descontentamento:

O turista não aceita

que voo não tenha acento!

Renata Paccola - São Paulo-SP

 

 

CATEGORIA MENÇÃO ESPECIAL

(medalha prateada)

 

1º lugar

Muita gente está no mundo

qual turista parasita:

nada faz e deixa imundo

cada lugar que visita...

Antonio Augusto de Assis - Maringá-PR

2º lugar

Chega ao lugar desejado,

depois de muitas caronas...

O turista fascinado,

                                                                “ama as zonas” do Amazonas!!...
Marilucia Resende - São Paulo

3º lugar

Turista, finda a viagem,

nota que a esposa se zanga

porque as fotos da paisagem

só têm  mocinhas de tanga.

Antonio José Barradas Barroso - Parede (Portugal)

4º lugar

Um faquir foi viajar

e,ao ser passado em revista,

mil agulhas a explicar:

-sou um acupun-turista!

Renata Paccola - São Paulo-SP

5º lugar

Meu marido é um “veranista”...

Adora uma “temporada”...

“Comparece”.. igual turista...

uma vez por ano e...”nada”!

Jaime Pina da Silveira - São Paulo

 

=============================================

                              ÂMBITO MUNICIPAL 

 

 

MADURO

(tema municipal)

 

CATEGORIA VENCEDOR

 (troféu)

 

1º lugar

Ramas de café maduro,

brilhando como rubi,

esparramadas no muro,

beleza igual nunca vi!

Edina Duarte Silva do Prado

2º lugar

Quando o amor maduro,na alma

acende o fogo,a paixão,

faz a poesia que acalma

na forma do coração.

Sueli Tornici

3º lugar

Um beija-flor encantado

fruto maduro bicou,

sugou o néctar dourado

que a natureza gerou.

Wanda Duarte da Silva

4º lugar

Mesmo já sendo maduro

sinto da vida  um frescor...

Hoje me julgo seguro,

no Amor de Cristo Senhor!

Roger Rodrigo de Brito

5º lugar

Nos versos que eu bem componho,

ao mundo espalho esplendor,

com as palavras que, em sonho,

faz maduro nosso amor.

Sueli Tornici

 

CATEGORIA MENÇÃO HONROSA

(medalha dourada)

 

1º lugar

Homem maduro tem força;

firme,enfrenta ondas e ventos.

Por mais que os anos distorça,

jamais perde os bons momentos.

Nilton Manoel

2º lugar

Canteiro todo enfeitado,

céu dourado encantador,

fruto maduro espalhado,

tapete do Redentor.

Wanda Duarte da Silva

3º lugar

Um coração é maduro,

sabendo a escolha fazer,

não caminha no escuro

sabe o bem reconhecer.

Elisa Alderani

4º lugar

O sofrer nos faz maduro,

crescer bastante e sonhar!

torna o coração seguro

depois de tanto apanhar.

Arlete Luiza

5º lugar

Na caminhada, maduro,

ponho fogo na fornalha,

quero deixar ao futuro,

as lições de quem trabalha.

Nilton Manoel

 

CATEGORIA: MENÇÃO ESPECIAL

(medalha prateada)

 

1º lugar

Nunca pense o homem maduro

que a vida já conheceu...

Só não pode estar seguro

pois nem tudo já viveu!

Edina Duarte Silva do Prado

2º lugar

O tempo me fez maduro

desenhando o meu caminho

já passei por cada apuro...

mas sempre espalhei carinho.

Ziney Santos Moreira

3º lugar

Desvios da juventude...

transtornos nas emoções...

sou maduro de virtude,

mudando nas estações!

Célia Apparecida Silli Barbosa 

 

 

Recordando concursos anteriores

 

Do poeta, a dimensão,

a poesia põe a prova;

na singela perfeição

dos quatro versos da trova.
Lilá Ricciardi Fontes,1999

 

Ribeirão Preto é sucesso,

é vida que se renova.

Se canta ao Sol do progresso,

vibra na Festa da Trova.
Helvécio Barros, 1976

 

VERDE  (humor)

((tema municipal))

 

CATEGORIA VENCEDOR

(troféu)

 

1º lugar

Você é o verde da vida,

eu já não sou tanto assim,

mas nos “juntando”, querida,

daremos frutos sem fim.

Wilson Clovis de Andrade

2º lugar

Muda o mundo... tudo muda!

Mas no campo do saber,

Há quem todo o tempo estuda,

mas é ‘verde’- de morrer!

Nilton Manoel

3º lugar

Pra ser teu par, sou maduro,

pra mim és verde demais;

mas nosso amor é tão puro

que parecemos iguais.

Wilson Clóvis de Andrade

4º lugar

Com a verde camisola

de detalhes provocantes,

a boazuda Carola

morre de sonhos picantes.

Eliane Aparecida Pereira.

5º lugar

O belo verde do olhar

deixa a sogra piradinha;

que o genro... quer conquistar

essa fogosa velhinha.

Arlete Luiza