PARA TROVADORES DE TODOS OS QUADRANTES (exceto a cidade do Rio de Janeiro)

TEMA:  "LIVRE"  =  (trovas líricas, filosóficas, afins)

VENCEDORES:     (por ordem alfabética)

C. A. BEIRAL - Governador Valadares/MG
Bola de gude, pião,
brinquedos do meu tesouro,
que o tempo - astuto ladrão -
descobriu valerem ouro!...

CAROLINA RAMOS - Santos
Se a vida é sonho fugaz,
vive o sonho bem vivido,
que o remorso vem atrás
de cada instante perdido.

CLÓVIS MAIA - SP
Corre um corisco ligeiro.
É Pai João, lá no infinito,
batendo a pedra do isqueiro
para acender o seu pito.

JACY PACHECO - Niterói
Sejamos todos irmãos,
ungidos de amor sublime.
Quando se unirem as mãos,
faltará mão para o crime.

JOSÉ AUGUSTO RITTES - Atibaia/SP
Contemplo, à luz da saudade,
a meia cama vazia...
Outrora, nessa metade,
meu mundo inteiro cabia...

MENÇÕES  HONROSAS:     (por ordem alfabética)

ALOÍSIO ALVES DA COSTA - Nova Friburgo
Perdoa a quem te ironiza,
que o perdão na hora certa,
faz do orgulho que escraviza
a humildade que liberta!

ARISTÓTELES DE LACERDA JÚNIOR - SP
Toda pedra se revela
sob as águas a rolar:
a mais fraca se esfacela,
a mais forte chega ao mar.

CIPRIANO FERREIRA GOMES - SP
Com desprezo à sua vola
e uma crescente paixão,
meu coração se revolta
de ainda ser coração.

FERREIRA NOBRE - Fortaleza     (duas trovas)
A ausência é triste. E a tristeza
se faz mais triste e mais viva
quando eterniza a certeza
da ausência definitiva...

Partiste... A minha alma chora
e, na tristeza que a invade,
te chama Nossa Senhora
da Santíssima Trindade.

IZO GOLDMAN - SP     (três trovas)
O meu sorriso fingido
é uma rosa colocada
sobre o resto de tecido
de uma lapela surrada.

Para mantê-los me empenho,
porque penso sempre assim:
- Tendo os amigos que tenho,
eu nem preciso de mim!

Porque o destino é barqueiro
que cobra caro a passagem,
os sonhos dos sem dinheiro
não podem seguir viagem.

NYDIA IAGGI MARTINS - Nova Friburgo
Plange o sino!... Meia-noite!...
A voz das horas ecoa...
- Sonoros golpes de açoite
no dorso nu da garoa...

WILSON MONTEMÓR - Resende
Duas lágrimas sem mágoa,
por amor, rolam de ti,
e são os dois pingos d'água
mais bonitos que já vi!...

MENÇÕES  ESPECIAIS:     (por ordem alfabética)

ALOÍSIO ALVES DA COSTA
Nas tardes de luz dourada,
minha sombra continua,
saudosa, pela calçada,
seguindo os passos da tua.

BAPTISTA SOARES - Fortaleza
Gravetos... palhas... um ninho
e, em tão singela urdidura,
um pequeno passarinho
deu moradia à ternura!

IZO GOLDMAN
A vida passa depressa...
Tão depressa que, ao passar,
nem bem faz uma promessa,
já se apressa em não pagar...

MARIZA DA CONCEIÇÃO PEREIRA - Sete Lagoas
Glória ao homem, ser que pensa,
inventa, cria e se expande;
glória a Deus, real presença,
que faz o homem ser grande.

MIGUEL PERRONE CIONE - Ribeirão Preto     (duas trovas)
Há momentos indecisos
nesta vida de incertezas:
- lágrimas... quase sorrisos,
- sorrisos... quase tristezas.

Vivendo a vida inclemente,
na rudeza dos caminhos,
como o cacto, muita gente
só floresce entre os espinhos.

RENATO MATTOZINHOS - Juiz de Fora
Esta verdade extravasa,
ninguém pode contestar:
- Constrói-se de pedra a casa,
mas de amor se faz o lar.

SARA MARIANY KANTER - SP
Mais triste que te deixar
na incerteza do "até quando?".
foi, no regresso,encontrar
tua ausência me esperando.

VASQUES FILHO - Fortaleza
Nesta espera de impaciência,
olhos fitos na vidraça,
maldizendo tua ausência,
culpo a chuva, que não passa.

WALTER WAENY - Santos
Louvas meus versos risonhos,
lidos hoje,em toda parte,
e é, com sucata de sonhos,
que eu forjo essas obras de arte!
--------------------------------------
TEMA:  "LIVRE"   (apenas trovas humorísticas)

VENCEDORES:     (por ordem alfabética)

ANA MARIA CAMPOS - Lima Duarte/MG
Com biquíni se parece
o salário fantasia...
pois é pequeno e oferece
um fundo de garantia!

CÉLIO GRÜNEWALD - Juiz de Fora
Só duas vezes a Estela
traiu o pobre do João:
uma vez, com o sentinela,
outra vez, com o batalhão!

IZO GOLDMAN     (duas trovas)
Na rua, por mais que eu faça,
ando só do lado errado,
pois toda "boa" que passa,
passsa sempre... do outro lado.

Todo "barbeiro" sustenta
que a "batida" foi assim:
- Veio um poste a mais de oitenta,
na contramão, contra mim...

RODOLPHO ABBUD - Nova Friburgo
Maria não se atrapalha
nos empregos noite e dia,
pois quase sempre trabalha
numa boa Companhia!

MENÇÕES  HONROSAS:     (por ordem alfabética)

ANA ATAÍDE FERREIRA DA SILVA - BH
"Cautelosa", a viuvinha,
para não ser paquerada,
do marido da vizinha
se faz sempre acompanhada!

FLÁVIO ROBERTO STEFANI - Porto Alegre
Se naquele tempo houvesse
polícia - e muito papel,
duvido que alguém soubesse,
hoje, quem matou Abel...

GERALDO PIMENTA DE MORAES - SP
Se a carestia consome
o teu tão pobre vintém,
aprende a morrer de fome
e viverás muito bem...

LUIZ PIZZOTTI FRAZÃO - Niterói
Na horinha "H", quando a boa
parava de recusar,
a bandida da patroa
me acordou pra... trabalhar!

WALTER WAENY
Para o punguista em viagem,
à busca do seu sustento,
o dinheiro da passagem
não é mais que investimento...

MENÇÕES  ESPECIAIS:     (por ordem alfabética)

ALOÍSIO ALVES DA COSTA
Fala a sogra: - Morro à míngua
com este nó na garganta...
E o genro: - Fosse na língua,
Deus levaria uma santa...

CÉLIO GRÜNEWALD
No carnaval, Gabriela
quis se vestir de fogão:
pôs na cabeça a panela;
já tinha atrás o bujão!

IZO GOLDMAN
"Casamento..." - alguém já disse -
é chegar na encruzilhada
onde acaba a criancice
e começa a criançada..."

JOSÉ VALERIANO RODRIGUES - BH
Desempregado, o Carvalho
vai vivendo como quer
e pede qualquer trabalho...
apenas para a mulher.

LUIZ PIZZOTTI FRAZÃO
Doutor, com voz alterada,
pra jovem de corpo nu:
"A senhora não tem nada...
Tá é boa pra chuchu..."
//////////////////////////////////////////////////////////////////////////
 

ÂMBITO MUNICIPAL  (apenas trovadores da cidade do Rio de Janeiro)

TEMA:  "LIVRE"  =  (trovas líricas, filosóficas, afins)

VENCEDORES:     (por ordem alfabética)

ALCY RIBEIRO SOUTO MAIOR
A velhice amargurada,
sem risos, sem ideais,
lembra os trilhos de uma estrada
onde o trem não passa mais.

CARLOS GUIMARÃES
Não me julgues conformado
porque me vês sorridente:
a dor do pranto guardado
dói mais no peito da gente...

JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO
Em cada abismo em que afundo,
eu sempre planto um jardim
para achá-lo mais fecundo
quem cair depois de mim...

NILCI DA SILVA GUIMARÃES
Não lastimes tua sorte.
Olha que, ao teu derredor,
há quem se faça de forte
e sente dor bem maior...

OTÁVIO VENTURELLI
Tentei quebrar o passado,
partindo o espelho atrevido
que, no meu rosto alquebrado,
mostrava um sonho partido...

MENÇÕES  HONROSAS:     (por ordem alfabética)

ALCY RIBEIRO SOUTO MAIOR
Ao partir, meu bom amigo,
nada tenho para dar-te...
Só levo mágoas comigo...
e mágoa não se reparte.

CARLOS GUIMARÃES     (duas trovas)
Saudade, passa de largo
e não me obrigues jamais
a comer teu pão amargo,
que, no exílio, amarga mais...

Uma paixão sem medida
nosso humilde teto cobre:
quanta riqueza escondida
num casebre assim tão pobre!

CÍCERO ROCHA
Vêm as quedas, e aprendemos
que, ao longo das caminhadas,
não convém que atravessemos
as pontes improvisadas...

ELTON CARVALHO
Hoje, homem feito, o mais grave
é que, canado de andanças,
não sei onde pus a chave
do meu baú de esperanças...

JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO
Por ambição desmedida
muitos homens conheci,
que, sendo donos da vida,
não foram donos de si...

OTÁVIO VENTURELLI
Dancei contigo, enlevado,
nossos lábios frente a frente,
- e o beijo que não foi dado,
ficou a um palmo somente!

P. DE PETRUS     (duas trovas)
Neste mundo de chicanas,
podem maldosos e ateus
burlar sentenças humanas,
nunca a sentença de Deus.

A primavera vem vindo...
Há festas, risos e amores.
É Deus que chega sorrindo
pelo sorriso das flores!

WALDIR NEVES
O abismo maior que existe,
o mais fundo que já vi,
é aquele que um homem triste
carrega dentro de si...

MENÇÕES  ESPECIAIS:     (por ordem alfabética)

ALCY RIBEIRO SOUTO MAIOR     (duas trovas)
Esta rua não é tua,
nem a ninguém pertenceu;
mas a saudade da rua
tem um dono que sou eu...

Num espelho refletido,
meu olhar se surpreendeu:
- Quem tera envelhecido:
o espelho... meu rosto... ou eu?

CÍCERO ROCHA
Lembra esta vida um carteado:
ao jogador mais ladino,
faltam trunfos do seu lado;
sobram nas mãos do destino.

JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO     (duas trovas)
Coração, nunca te iludas,
pode ser falso o teu pranto:
há muito santo que é judas...
e muito judas que é santo...

Vivi a infância sem mágoa
de não ter Papai Noel:
eu tinha uma poça d'água
e um barquinho de papel...

JOUBERT DE ARAÚJO SILVA
Cumprindo um fado tristonho
neste mundo ingrato e louco,
tod vez que morre um sonho,
meu coração morre um pouco.

NEY DAMASCENO
Na mão da criança triste,
estendida à caridade,
há sempre um dedinho em riste
acusando a sociedade.

OCTÁVIO BABO FILHO
Quem da riqueza faz praça,
muito cedo se esqueceu
de que Deus tira de graça
o que, de graça, nos deu.

P. DE PETRUS
Entre sorriso e desgosto,
traz-me esta vida emoçlão:
um riso apenas - no rosto,
mil penas - no coração...

WALDIR NEVES
Se eu notar que a soledade
me vai matar de tristeza,
vou ver-te e mato a saudade
em legítima defesa...
--------------------------------------

TEMA:  "LIVRE"   (apenas trovas humorísticas)

VENCEDORES:     (por ordem alfabética)

ELTON CARVALHO
O espanhol me deu conselho
pra resolver a "parada":
- Veste a sogra de vermelho
e solta-a numa tourada!

JOÃO PEREIRA DA FONSECA
Um sovina centenário
só entregou a "carcaça"
quando ouviu do seu vigário
que a morte vinha de graça.

JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO
Ao dentista, todo dia,
vai a noiva do Ventura...
E o noivo nem desconfia
que ela usa dentadura...

JOUBERT DE ARAÚJO SILVA
Sempre tirando vantagens,
"boa" pintora é a Georgete:
- De dia pinta paisagens
e de noite pinta o sete...

NOEL BERGAMINI
Resmungava, em desafogo,
a viúva do bombeiro:
- Ele apagou tanto fogo
e me deixou num braseiro!

MENÇÕES  HONROSAS:     (por ordem alfabética)

CARLOS GUIMARÃES     (duas trovas)
Depois que foi enterrado,
muito esperto, o Salomão
vendeu, a um defunto ao lado,
as seis alças do caixão!

Tendo o nome de GASTÃO
e, econômico, o rapaz
costumar assinar-se "TÃO",
para não gastar o "GÁS"...

DURVAL MENDONÇA
"O que é que a baiana tem?"
Quem foi ver, volta e se queixa
que ela não mostra a ninguém,
porque o baiano não deixa!

IVO DOS SANTOS CASTRO
Diz o esposo, insatisfeito,
à esposa, em tom de protesto:
"A tua mãe eu respeito,
mas minha sogra eu detesto".

JOUBERT DE ARAÚJO SILVA
O nosso índio, em pé de guerra,
acusa o branco e se zanga:
é um crime tomar a terra
de quem já vive "de tanga"!

MENÇÕES  ESPECIAIS:     (por ordem alfabética)

DURVAL MENDONÇA
A farmácia é seu caminho,
e, dando um "show" de vergonha,
pergunta o broto, baixinho:
- Tem veneno pra cegonha?

ELTON CARVALHO
- Pois é, Doutor Gasolina...
- Gasolina não, senhor.
- Ué! Disseram, na esquina,
que o Doutor é pro... motor!...

JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO
Ao candidatar-se a Alice,
a modelo, o secretário
deu-lhe uma tanguinha e disse:
- Preencha este formulário...

MARIA NASCIMENTO SANTOS
É branco o filho da Anita,
e a coisa não ficou preta
porque o "negão" acredita
que o "filho" foi de proveta!

OCTÁVIO BABO FILHO
Se o trabalho me enfastia,
eu dele logo me vingo,
fazendo, de cada dia,
a sucursal de domingo...
=================================
NOTA = esse material foi uma gentil contribuição do "Magnífico Trovador" IZO GOLDMAN, da UBT São Paulo/SP