PARA TROVADORES DE TODOS OS QUADRANTES (exceto a cidade do Rio de Janeiro)

TEMA:  "ILUSÃO"  =  (trovas líricas, filosóficas, afins)

VENCEDORES:     (por ordem alfabética)

ALMIRA GUARACY REBÊLO - BH
A ilusão de ser amado
foi um erro que eu maldigo.
Passei a vida ao teu lado,
nunca estiveste comigo.

ARLINDO TADEU HAGEN - Juiz de Fora
Doce ilusão passageira,
já no fim do meu viver,
foste a pinga saideira
que eu fiz questão de beber!

ARLINDO TADEU HAGEN
Nesta vida que me enleia,
agarrado a uma ilusão,
sou ébrio que cambaleia
de copo firme na mão!

JOSÉ NOGUEIRA DA COSTA - São José dos Campos/SP
Graças a ti tenho andado
sempre a cantar, satisfeito.
Ilusão, muito obrigado
pelo bem que me tens feito!

LAVÍNIO GOMES DE ALMEIDA - Barra do Piraí/RJ
Quando o mal nos arrebata,
levando nossa ilusão,
dizer que tristeza mata
não é força de expressão.

SILVINA ANTUNES LEAL - Santos
Ilusões... Sede bem-vindas...
Enquanto em mim florescerdes,
as horas serão mais lindas,
e as esperanças mais verdes...

MENÇÕES  HONROSAS:     (por ordem alfabética)

CAROLINA RAMOS - Santos
Prefiro sempre a verdade,
mas a própria vida diz
que é quase felicidade
a ilusão de ser feliz!

EUGÊNIA MARIA RODRIGUES - Rio Novo/MG
Sempre à ilusão dou guarida,
pois seria insensatez
negar-me um pouco de vida
e ser feliz outra vez!

RODOLPHO ABBUD - Nova Friburgo
Ante uma noite estrelada,
doce ilusão é o momento
em que até quem não tem nada
é dono do firmamento!...

SILVINA ANTUNES LEAL
Nas ilusões que ainda abrigo,
e guardo com tanto empenho,
eu fico sempre contigo,
tendo esse amor que não tenho...

VERA MARIA DE LIMA BASTOS - Juiz de Fora
No circo da minha vida,
sob a lona da ilusão,
sou palhaço que convida
para a última sessão.

MENÇÕES  ESPECIAIS:     (por ordem alfabética)

ANTONIO JURACI SIQUEIRA - Belém
Vou, de desdita em desdita,
colecionando fracassos,
na ilusão quase infinita
de ter-te, um dia, em meus braços!

DELCY RODRIGUES CANALLES - Porto Alegre
Ilusão, não vás embora,
não me deixes, por favor;
tu me devolves a aurora,
no meu ocaso de amor!

DOMITILLA BORGES BELTRAME - SP
A ilusão em nossas vidas
- que engenheira singular! -
vai construindo avenidas
para a saudade passar!...

LAVÍNIO GOMES DE ALMEIDA
Teu orgulho sobe aos astros
e, numa ilusão sem fim,
minha alma fica de rastros
quando tu passas por mim...

MARILÚCIA REZENDE  - SP
Fizeste-me, em vão, sentir
que um dia irias voltar...
Tiveste o dom de iludir;
eu tive o dom de sonhar!...
--------------------------------------

TEMA:  "DÚVIDA"   (apenas trovas humorísticas)

VENCEDORES:     (por ordem alfabética)

ALOÍSIO ALVES DA COSTA - Fortaleza
Zé Foguista, abrindo o jogo,
da mulher duvida tanto,
que não põe a mão no fogo
nem com luva de amianto!...

EUGÊNIA MARIA RODRIGUES
Teve dúvida o patrão
quando veio ao mundo o Zé:
- Este é filho do "serão"
ou das "horas do café"?

HELOÍSA ZANCONATO PINTO - Juiz de Fora
Do português se apossou
uma dúvida cruel:
- Como foi que o vento entrou
cá dentro deste pastel?...

LUIZ MACHADO STABILE - Uruguaiana/RS
A dúvida do velhinho,
quanto ao filho da mulher,
é saber se é do vizinho,
do mordomo ou do chofer...

THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA - SP
- Qualquer santo... eu tenho fé!
grita ao cair de uma grade.
- Eu te ouvi, mas sou Tomé...
Só vim ver se era verdade!

MENÇÕES  HONROSAS:     (por ordem alfabética)

ALOÍSIO ALVES DA COSTA
Sem mais aquela firmeza
de quando moço, o Cardoso,
o que já fez, com certeza,
agora faz duvidoso...

ARLINDO TADEU HAGEN
Lá no armário, o Ricardão,
sentindo a tosse o afligir,
põe em dúvida a questão
do "tossir or not tossir"!

BATISTA SOARES - Fortaleza
A tristeza da viúva
dúvidas tem provocado...
- Saudade?... Ou falta da "chuva"
que molhava o seu "roçado"?...

BATISTA SOARES
Por ciúme, ela se abate
na dúvida sem sentido...
e exige tanto "resgate",
que ele já anda "abatido"...

JOSÉ PAULO TAVARES - Nova Friburgo
Bar em bar, em maratona,
de porre, quase caindo,
o Zé perguntou à Dona:
- Tô chegando ou tô saindo:...

JOSÉ TAVARES DE LIMA - Juiz de Fora
A noivinha nada esperta
vive dúvida cruel:
não sabe a receita certa
de fazer "lua-de-mel"!

MENÇÕES  ESPECIAIS:     (por ordem alfabética)

HELOÍSA ZANCONATO PINTO
Conhecido na cidade
por contar mentira a esmo,
quando falava a verdade,
duvidava de si mesmo!

HELOÍSA ZANCONATO PINTO
Exaltava, exagerada,
o "vigor" do seu marido...
E a vizinha, entusiasmada,
pra comprovar, diz: - Duvido!

MARIA AGOSTINHA DA SILVA - Juiz de Fora
Na dúvida que o maltrata,
o otário descobre, enfim,
que aquela bela... mulata
era flor... de outro jardim!

RODOLPHO ABBUD - Nova Friburgo
Ao andar, pé-ante-pé,
seguindo a esposa Tereza,
já não tem dúvida o Zé...
- Agora ele tem certeza!

THEREZA COSTA VAL - BH
Nesta dúvida "cafona"
vive a criada a cismar:
"Tudo faço pela dona,
mas não consigo agradar!..."

THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA
Fica em dúvida o Narciso,
vendo a mulher com o burguês...
"Ser macho e ter prejuízo
ou tentar a vida a três?"
//////////////////////////////////////////////////////////////////////////

ÂMBITO MUNICIPAL  (apenas trovadores da cidade do Rio de Janeiro)

TEMA:  "DESTINO"  =  (trovas líricas, filosóficas, afins)

VENCEDORES:     (por ordem alfabética)

ALMERINDA LIPORAGE
Tens razão, pobre menino,
quando a revolta te invade;
mas não ponhas no destino
as culpas da sociedade!

EDMAR JAPIASSÚ MAIA
Ao perceber do destino
a palma da mão pesada,
choro um pranto de menino
na dor de cada palmada...

ELÍADE MONT'ALVERNE
Se um sonho feito em farrapos
murcha ao pranto das lembranças,
o destino estende os trapos
no varal das esperanças.

JOÃO FREIRE FILHO
Por tudo que me tem dado,
pelo riso... pelo pranto,
Destino, muito obrigado!
Nem sei se mereço tanto...

SÉRGIO BERNARDO
Destino, o mundo te culpa,
mas creio que nem existes...
Não passas de uma desculpa
para o fracasso dos tristes!...

MENÇÕES  HONROSAS:     (por ordem alfabética)

ALCY RIBEIRO SOUTO MAIOR
Muitos, fugindo aos fracassos,
têm, nas ingênuas conquistas,
o destino dos palhaços
imitando trapezistas...

ALMERINDA LIPORAGE
Perdoa, se teu carinho
retribuo em dissabor;
é meu destino de espinho
que não me deixa ser flor!

HERMOCLYDES SIQUEIRA FRANCO
Hoje, após tantos folguedos,
morto o sonho peregrino,
não passamos de brinquedos
quebra dos pelo destino!...

LUNA FERNANDES
Não me queixo se, de dores,
minha vida hoje é repleta,
pois sofrer plantando flores
é destino de poeta...

OCTÁVIO BABO FILHO
A força do inevitável,
já pela força que tem,
faz o destino imutável,
sem indagar quem é quem.

MENÇÕES  ESPECIAIS:     (por ordem alfabética)

EDMAR JAPIASSÚ MAIA       (três trovas)
Das árduas lições da vida,
que o destino nos apronta,
o meu perdeu a medida
e sempre passa da conta!...

As leis que o destino lavra
e a vida solidifica,
pela expressão da palavra,
homem nenhum modifica!...

Nas dores, que não detenho,
que em meu destino se arrastam,
eu luto com mais empenho...
e as minhas forças me bastam!

JORGE MURAD
Nosso amor cai em desgraça
e a gente sofre as sequelas
quando o destino nos traça
duas linhas paralelas...

JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO
O Destino me conduz
por espinhosos caminhos...
Mas a Fé, que é minha luz,
colhe rosas dos espinhos!...

JOUBERT DE ARAÚJO SILVA
Destino é coisa ilusória,
nesta vida passageira...
- Os fracos não têm história;
e os fortes não tem fronteira!

SÉRGIO BERNARDO
Meu destino é porta larga
onde não passa a ventura,
mas passa a tristeza amarga
na fresta da fechadura!...
--------------------------------------

TEMA:  "TEIMOSIA"   (apenas trovas humorísticas)

VENCEDORES:     (por ordem alfabética)

ALCY RIBEIRO SOUTO MAIOR
Teima em ser, em sua vida,
incorrigível bilontra,
pois toda mulher perdida...
pode deixar que ele encontra!

EDMAR JAPIASSÚ MAIA       (três trovas)
Vovó, no desejo enorme
de um 'milagre' conseguir,
por teimosia não dorme,
nem deixa vovô dormir!...

Saiu ao pai!... Quando há "chance",
com teimosia estudada,
insiste em que a mãe descanse,
mas não "descansa" a empregada!

A bicharada previa
do macaquinho uma estafa,
pela sua teimosia
de namorar com girafa!

JOÃO FREIRE FILHO
Nem o "Plano" a desanima:
teimando... contra a inflação,
"batalha"... e o que ganha em cima,
guarda embaixo do colchão...

LUNA FERNANDES
Fogosa, a "gata", no leito,
já fez tudo o que sabia...
E o velho, "do mesmo jeito",
comenta: "Que teimosia!'...

WALDIR NEVES     (duas trovas)
O casal teimava até
na hora em que não devia.
E, devido ao "é não é",
é que nada acontecia.

No ribeirão, afogada,
morreu a sogra do Lima.
Tão teimosa era a danada,
que o corpo foi rio acima!

MENÇÕES  HONROSAS:     (por ordem alfabética)

ALCY RIBEIRO SOUTO MAIOR
Teimou em colar na escola
e hoje a neurose o chateia...
E se precisa de cola,
em vez de colar... grampeia.

EDMAR JAPIASSÚ MAIA
Rebelde, "duro" e enrolado,
na teimosia ele é o fim:
foi até apelidado
de... cabelo pixaim!

JOÃO FREIRE FILHO
Ao se deitar, não desiste,
fazendo um barulho enorme...
Na teimosia... ela insiste,
enquanto o marido... dorme...

MARIA NASCIMENTO SANTOS
Tão teimosa é minha tia
que, em Geografia formada,
apenas por teimosia,
teima que a Terra é quadrada...

SÉRGIO BERNARDO
"Largue a cerveja!' E o marido,
sem teimosia ou pirraça,
atendeu ao seu pedido
e hoje só bebe cachaça!

MENÇÕES  ESPECIAIS:     (por ordem alfabética)

CARLOS GUIMARÃES
Apesar do espalhafato
- a voz do povo é quem diz,
a teimosia do gato
é que faz gata feliz...

JOÃO FREIRE FILHO
Teima em ficar... E, na "ânsia",
escuta um dito jocoso:
- Em "casa de tolerância"
não se tolera "teimoso'...

JORGE MURAD
É tão teimoso o Machado,
que, na sua mercearia,
costuma vender fiado
a gente em que não se fia...

JOUBERT DE ARAÚJO SILVA       (duas trovas)
Velho metido a garoto,
guarda o tropeiro está mágoa:
teimou em casar com broto
e já "deu com os burros n'água"...

A passadeira Leonor,
que trabalha no hospital,
teima em chamar o doutor,
quando o ferro "passa mal".

P. DE PETRUS
Por ser teimosa e danada,
foi a sogra do Zé Bentes,
com toda urgência, levada
a um domador de serpentes!
=================================
NOTA = esse material foi uma gentil contribuição do "Magnífico Trovador" IZO GOLDMAN, da UBT São Paulo/SP