Presidência = Hélio Blanco Torres

TEMA = "CRIANÇA"

1º lugar: CAROLINA RAMOS
Na penumbra, o berço é um templo...
Ajoelho e em ternura enorme,
entre rendas eu contemplo
meu pequeno Deus que dorme!

2º lugar: ELTON CARVALHO
Num mundo tão avançado,
com milagres da Ciência,
o menor abandonado
é um líbalo à consciência...

3º lugar: JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO
Pena que nem todos vejam
o amor que a criança tem:
por mais pobres que os pais sejam,
não troca os pais por ninguém!

4º lugar: WALDIR NEVES
Faminta nas vestes nuas,
no vício e na mendicância,
vive a criança da ruas
sua infância sem infância.

5º lugar: MAGDALENA LÉA
Pela nossa intolerância,
uma criança é ferida.
- E são feridas da infância
que nos marcam para a vida...

6º lugar: ROMEU ADRIANI
A criança, de repente,
chora num grito profundo,
pois liberta-se do ventre
e subjuga-se ao Mundo.

7º lugar: JOUBERT DE ARAÚJO SILVA
No coração da criança,
como em terreno profundo,
planta bondade e esperança,
se queres salvar o mundo.

8º lugar: GERALDO PIMENTA DE MORAES
Eu me vejo, quando embalo
minha infância encantadora,
de cara suja, a cavalo
num velho pau-de-vassoura...

9º lugar: CARLOS GUIMARÃES
Levando ao lado a sacola,
no rosto, um sorriso franco,
o Futuro vai à Escola,
vestido de azul e branco...

10º lugar: JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO
Pequenina, pouco alcança,
mas num mistério profundo,
os sonhos de uma criança
são do tamanho do mundo...

11º lugar: MILTON NUNES LOUREIRO
Podem chamar-me os ateus
de tolo, ou mesmo desmente,
mas a infância é sempre Deus
sorrindo dentro da gente!...

12º lugar: DURVAL MENDONÇA
Meu trem de corda, quebrado,
teus velhos trilhos juntei,
dei uma volta ao passado,
me vi criança... e voltei!

13º lugar: OCTÁVIO VENTURELLI
A criança abandonada
risca nos muros da vida
a figura indisfarçada
de uma esperança perdida.

14º lugar: JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO
Cresce, criança, sem pressa,
na aurora que te ilumina...
Olha que a luta começa
depois que a infância termina...

15º lugar: ELTON CARVALHO
Meu Deus! Não há quem impeça
a vida, em fatal andança,
de destruir tão depressa
nosso tempo de criança!

=================================
NOTA = esse material foi uma gentil contribuição do "Magnífico Trovador" IZO GOLDMAN, da UBT São Paulo/SP