ÂMBITO NACIONAL/INTERN. = TEMA:  "ONDA"

1º lugar: ELTON CARVALHO - RJ
Não te omitas nem te escondas,
insiste em lutar sem medo,
porque a insistência das ondas
pode abalar um rochedo...

2º lugar: ZÉ DE ÁVILA - Barretos
Sou onda que vai, tangida,
da escura profundidade
do mar inquieto da vida
à praia da eternidade...

3º lugar: SEBAS SUNDFELD - Tambaú
Pelos caminhos da vida,
ondas de pó nunca faças.
Teus filhos, logo em seguida,
virão por onde tu passas!

4º lugar: WILMA MELLO CAVALHEIRO - Porto Alegre
Em meio à noite calada,
sem amanhã... sem depois...
explode a onda agitada
do amor que vibra em nós dois!

5º lugar: C. A. BEIRAL - Governador Valadares
- As ondas falam! Sabia?
Segredou-me um pescador,
sem suspeitar que as ouvia,
como qualquer trovador...

6º lugar: MANITA - Niterói
Distante dos teus abraços,
sozinha à beira do cais,
das ondas ouço os compassos,
a repetir: "nunca mais"!

7º lugar: ELTON CARVALHO
Também vagando entre rondas,
buscando em vão te encontrar,
tenho a inconstância das ondas,
tenho a inquietude do mar...

8º lugar: CÍCERO ROCHA - Juiz de Fora
Quem dera tivesse a dor
do prazer, a brevidade,
tão curta é a onda do amor
e tão longa a da saudade!

9º lugar: RODOLPHO ABBUD - Nova Friburgo
Quem tem fé não sente medo
e enfrenta as ondas do mar,
pois sempre vê, num rochedo,
alguma estrela a brilhar!

10º lugar: FLÁVIO R. STEFANI - Porto Alegre
Nosso eterno pensamento,
na eterna busca de amar,
são ondas do mesmo vento,
são ondas do mesmo mar...

--------------------------
MENÇÕES   HONROSAS:

CÉLIO GRÜNEWALD - Juiz de Fora
Na tentação de exaltá-la,
o meu lirismo pagão
passeia, e canta, e se embala
nas ondas da inspiração!

WILMA MELLO CAVALHEIRO
Meu sonho, tão forte, audaz,
qual onda brava, incontida,
nasce... cresce... e se desfaz
contra os rochedos da vida.

ARLINDO TADEU HAGEN - Juiz de Fora
Ao te sentires sozinha,
sem força para lutar,
vê que a jangada é fraquinha
mas vence as ondas do mar.

CÍCERO ROCHA
A onda vive e remeda
a frustração desta vida,
em que o fracasso da queda
faz lamentar a subida.

P. DE PETRUS
Ao mar, que as ondas balança,
meu viver se iguala tanto:
- tem o verde da esperança
e o salgado do meu pranto!

RODOLPHO ABBUD
Vejo a onda pequenina
que, às vezes, rude, se alteia,
mas, afina, feminina,
morre de amores na areia!...

DIAS MONTEIRO - Taubaté
Vaidade - coisinha à toa,
de tão pequenino porte -
é onda que se esboroa
contra os rochedos da morte!

VANDA FAGUNDES QUEIROZ - Guarulhos
Freia-se a onda, vencida,
quando a rocha se agiganta,
qual lágrima reprimida
que esprememos na garganta...

ADÉLIA V. FERREIRA - SP
As esperanças, na vida,
são como as ondas do mar:
se uma esboça a despedida,
outra lhe ocupa o lugar.

CIPRIANO FERREIRA GOMES - SP
Para te ver satisfeita,
no mar da vida em que eu ande,
serei sempre onda desfeita
para que tu sejas grande!

-------------------------
MENÇÕES  ESPECIAIS:

REINALDO M. AGUIAR - Natal
Onda de espuma enfeitada,
que nos encanta e deleita,
vem de longe e tão cansada,
que sobre a areia se deita...

CÉLIA GUIMARÃES SANTANA - Sete Lagoas
Semelhante à minha vida,
que tem paz e tem tormento,
a onda ganha subida
mas desce ao sabor do vento!...

LILA RICCIARDI FONTES - Ribeirão Preto
Tanto orgulho a blasonar,
quanta gente, a vida inteira
é igual à onda do mar,
morre vazia e rasteira.

EUGÊNIA MARIA RODRIGUES - Rio Novo
Não são meus dias tristonhos,
meu coração te assegura,
pois a prancha dos meus sonhos
corta as ondas da amargura!

VERA CAMPOS FERRÃO - SP
Nas ondas do teu ecanto
embarquei, quis navegar,
mas o barco jogou tanto
que acabei por naufragar.

SEBAS SUNDFELD
Vida miúda, mesquinha,
de glórias falsificadas:
- pretensiosa barquinha
nas ondas... das enxurradas.

JOÃO FIGUEIREDO - RJ
Seria, ao dar-se à criança,
tanto amor e tanto esmero,
uma onda de esperança
num mundo de desespero...

C. A. BEIRAL
Lembro bem: ambos descalços,
e as ondas iam e vinham,
separando nossos passos,
quais ciganas que adivinham...

ELTON CARVALHO
Tal qual meu peito, magoadas,
repara, amor, quando vais,
que batem descompassadas
também as ondas do cais...

MARIA HELENA - Lisboa/Portugal
Que sonhos em maré cheia!
Que telúrica visão,
quando o mr da seara ondeia
emmaré que há de ser pão!
................................................
 

ÂMBITO MUNICIPAL = TEMA:  "IRMÃO"
(homenagem ao trovador David de Araújo)

1º lugar: CIDOCA DA SILVA VELHO
- Irmão David, não partiste!
Dos teus dias, tão adversos,
teu nobre vulto persiste
glorificado em teus versos!

2º lugar: LAVÍNIO GOMES DE ALMEIDA
Ostento dores nas trovas,
trago incertezas nas mãos.
Ah! Vida, por que não provas
que somos todos irmãos?

3º lugar: SILVINA ANTUNES LEAL
Se o teu afeto é sincero,
amigo, eu te estendo a mão;
porque aos amigos eu quero
como se quer a um irmão!

4º lugar: ÁUREA NAVARRO TURINI
Todos nós somos irmãos,
sem preconceito de cor,
nós estendemos as mãos,
como nos manda o Senhor.

5º lugar: ENÉAS DE CASTRO
Foi nas trovas, foi nas rimas,
que ele pôs o coração.
Deixou saudades, estimas,
será sempre o nosso irmão!

-----------------------
MENÇÕES   HONROSAS:

CYNIRA ANTUNES DE MOURA
Enquanto os irmãos padecem,
abandonados na rua,
poderosos os esquecem
e vão conquistar a lua!

ROSALINA ROSA LEITE
Jamais digas, meu irmão,
que Deus de ti se esqueceu.
Se em teu lar houve aflição,
foi Ele quem mais sofreu!

ANGELINA PEREIRA LEITE
Prosseguindo espaço afora,
minha trova, na amplidão,
de saudade cantae chora
o trovador, meu irmão.

CLÁUDIO DE CÁPUA
Que esta trova seja um hino,
que ouças o pobre a gemer
e, ouvindo o planger do sino,
saibas o irmão socorrer.

ANTOINE LASCANI
Em nossa memória, irmão,
vive a tua poesia;
tu vives no coração,
dia e noite, noite e dia.

---------------------
MENÇÕES  ESPECIAIS:

CARMEN CERDEIRA VENTURA
Quando o mar e o sol, em luta,
rolam no leito de areia...
são dois irmãos em disputa,
com ciúmes da lua cheia...

OCHELCIS AGUIAR LAUREANO
Ser irmão é sofrer tanto
quanto aquele sofredor,
amenizando o seu pranto,
dando de si por amor.

ILZE DE ARRUDA CAMARGO
Como um porto dá abrigo,
deste-me fé, proteção!
Para mim, sendo um amigo,
mais que amigo, bom irmão!

IZABEL MORAES DE AGUIAR
A crença trago comigo:
- em cada aperto de mão,
terei mais um grande amigo,
mais que amigo, bom irmão!

DENISE A. DE OLIVEIRA L. SENISE
Penso que ausência e saudade
são irmãs de criação,
pois juntas, na realidade,
maltratam o coração.
=================================
NOTA = esse material foi uma gentil contribuição do "Magnífico Trovador" IZO GOLDMAN, da UBT São Paulo/SP