www.falandodetrova.com.br/saogoncalo2016t
 
CONCURSO DE TROVAS DE SÃO GONÇALO – 2016
 
 - concurso coordenado por Levi Silva, até então presidente da UBT, seção de São Gonçalo
COMISSÃO JULGADORA: 
Heloísa Zanconato, Diego Lanza e Margarida Tanini.

 
PARA TROVADORES VETERANOS – TEMA: “NOSTALGIA”
 
TROVAS VENCEDORAS
 
Este vazio em meu peito,
tomando conta de mim
é saudade... e não tem jeito...
é nostalgia sem fim!...
Therezinha Dieguez Brisolla
 
O caminho imaginado,
ao seguir em nostalgia,
traz de volta o meu passado,
que eu quero esquecer...um dia!
Eulinda Barreto Fernandes
 
Toda vez que chega a noite,
avoluma a solidão,
nostalgia faz-se açoite
e machuca o coração.
Talita Batista
 
A nostalgia acontece,
tornando a noite mais fria,
se dentro da alma anoitece
antes que anoiteça o dia.
Austregésilo de Miranda Alves
 
Chorando com nostalgia,
o velhinho abandonado,
lembra os filhos todo dia,
mas chora sem ser lembrado...
Aílson Cardoso de Oliveira
 
Puro lirismo: um velhinho
inventa um par... fantasia
liga o som, ouve um chorinho
e dança... com a nostalgia.
Luiz  Poeta
 
A nostalgia adormece
quando um soluço da flor,
rompe a leveza da prece
nas fantasias do amor!
João Batista Vasconcelos
 
A noite chuvosa e fria,
que parece não ter fim,
sempre acorda a nostalgia
que dorme dentro de mim.
Argemira Fernandes Marcondes
 
Quando uma tristeza imensa
nos atinge de repente,
nostalgia é nuvem densa
que acampa na alma da gente...
Milton  Souza
 
Nostalgicamente eu canto
para afastar os meus ais;
cantando calo este pranto
por alguém que não vem mais.
Adalto Marques Machado
 
Toda tarde, a nostalgia,
nas nuvens do sol morrente...
Deixa lençóis de poesia
no céu da vida da gente!
Professor Garcia
 
Era cedo... madrugada...
e a saudade me envolvia!
Certa lembrança apagada 
dava vida à nostalgia.
Delcy Rodrigues  Canalles
 
O álbum cheio de retratos
só me encheu de nostalgia:
-guarda uma vida de fatos
que, de fato, foi vazia!
Messias da Rocha
 
A nostalgia em meus versos,
a mim, me causa mais dor,
pois, entre os temas diversos,
me obriga a falar de amor.
Marialice Araujo Velloso
 
Assenta feito uma luva
n` alma entregue à nostalgia,
a sinfonia da chuva
na rua escura e vazia.
Sandro Pereira Rebel
 
A nostalgia, que exorta
seus direitos, nos faz crer
que à distância nos transporta
e abre portas... sem bater!
Carolina Ramos
 
Dando emoção aos leitores
com nostalgia discreta,
os versos são delatores
de segredos do poeta.
Lóla  Prata
 
Toda noite a nostalgia
me sufoca sem clemência.
Não sabia que doeria
tanto assim a tua ausência...
João Costa
 
O tempo usa de magia
velho sábio, autoridade
junta o amor, dor, nostalgia,
mistura e faz a saudade.
Dirce Montechiari
 
Sozinho, às noites acordo
e insone , um tanto sem jeito,
com nostalgia, recordo
alguém comigo no leito...
Cléber Roberto de Oliveira
 
Desculpe-me, nostalgia,
no meu peito não há vaga:
Já mora nele a alegria
e mora o amor que me afaga.

Moacyr Sacramento

  -----------------------------------------

PARA NOVOS TROVADORES – TEMA: “ORVALHO”
 
TROVAS VENCEDORAS
 
 Orvalho da madrugada,
doces lágrimas de Deus,
molhando uma triste estrada
dos sonhos que foram meus.
Marcos Fietro
 
O orvalho beijando as flores
na bela noite indolente,
são bafejos multicores
perfumando o meio ambiente.
Zélia Maria de Nardi
 
Eu acho que orvalho é pranto,
da grande mãe natureza.
Há maldade em todo canto,
então, chora de tristeza.
Olinda da Silveira
 
Marcas de um beijo molhado,
o orvalho na plantação...
Deus, de tudo, tem cuidado;
é só prestar atenção...
Aparecida Gianello dos Santos
 
Ah, não fosse a madrugada!
Esse orvalho eu não veria,
nem ficaria encantada
nesse amanhecer do dia. 
Luiz Moraes
 
Na rocha em meio ao cascalho,
uma flor desabrochou,
toda molhada de orvalho
do sereno que pingou.
Mariangela V.  Tavares
 
Quando penso em madrugada,
lembro da gota de orvalho
que, na folha repousada,
suspira ao mover do galho.
Nelson de Souza
 
Meu cabelo está grisalho!
Não reclamo, mesmo assim,
pois entendo que é o orvalho
do tempo que pousa em mim.
Carlos Augusto S. de Alencar
 
Refletia a luz da lua,
o orvalho da noite fria,
sobre o menino de rua,
que na calçada dormia.
Edy Soares
 
Deus construiu este mundo
com suor do seu trabalho.
Seu esforço foi profundo.
Assim nos nasceu o orvalho!
Paulo Roberto O. Caruso
 ---------------------------------------

PARA VETERANOS E NOVOS, HUMORÍSTICO– TEMA: “PERERECA”
 
OBS: este concurso, de gênero humorístico, foi desconsiderado pela UBT, por conter trovas não aprovadas pela direção nacional da entidade. Como foram confeccionados diplomas e consta no livreto de resultados, o site Falando de Trova houve por bem publicar, com esta devida ressalva.
 
TROVAS VENCEDORAS
PERERECA 
 
Foi o maior perereco,
num banheiro social,
" perereca teve um treco, "
frente a sósia genital.
José Guarany Rodrigues
 
Um peru empoleirado
vendo a sapinha sapeca,
deixou o milho de lado
e comeu a perereca!
Carlos  Alberto de Carvalho
 
Ao ver a Aninha molhada
o Juquinha perguntou:
- Por que ocê tá envergonhada?
- A perereca chorou...
Licínio Antônio de Andrade
 
Não beijou a perereca
o sapão, muito espertinho,
e fala, com ar sapeca,
que é só pra evitar  " sapinho "!
Arlindo Tadeu Hagen
 
A perereca malvada
da mulher do meu vizinho,
com somente uma bocada
engoliu meu passarinho.
José Moreira Monteiro
 
Fui  " tirar uma soneca "
e quase morri de infarto
ao sentir a perereca
me encostar dentro do quarto.
Matusalém Dias de Moura
 
Uma rãzinha sapeca
diz à cobra:  - " Fim de papo!
eu posso ser perereca,
mas não vivo a engolir sapo !!! "
Maria Madalena Ferreira
 
Por andar de minissaia
a moça, livre e sapeca,
era chamada na praia
de " Maria Perereca ".
Olympio da Cruz S. Coutinho
 
Caiu na cantada e, brava,
perereca deu o estrilo:
o sapo só coaxava,
e ela não achava aquilo...
Wanda de Paula Mourthé
 
A perereca indolente
tomava sol na prainha,
vem a cobra impertinente
e come a janta quentinha.
Márcia Jaber de Barros Moreira
 
Ao agachar-se ,a dondoca
fez uma pose sapeca
e, ao filmar a " pororoca ",
filmaram-lhe a " perereca "!
José Ouverney
 
Certa vez ouvi um papo.
Um machista disse:  " Eureca!
Homem não engole sapo...
Ele come perereca!"
Paulo Roberto O. Caruso