ÂMBITO NACIONAL = TEMA: "REMANSO"  (líricas/filosóficas)

1º lugar: DALVA GUEDES DE ATHAYDE - Nova Friburgo
No remanso da velhice,
lembrando emoções passadas,
minha alegria é a meiguice
das tuas mãos enrugadas!

2º lugar: MARIA C. P. MELO (Manita) - Niterói
Nosso amor... remanso agora,
é vela branca no cais,
depois de andar, mar afora,
ao sabor dos vendavais!

3º lugar: ELTON CARVALHO - Rio de Janeiro
Ah, meu destino! Arremedas,
neste lutar sem descanso,
um rio feityo de quedas,
sem ter a paz de um remanso.

4º lugar: JOUBERT DE ARAÚJO SILVA - Rio de Janeiro
Qual um rio na descida,
caminhando ao léu da sorte,
vou na torrente da vida,
para o remanso da morte!...

5º lugar: JORGE MURAD - Rio de Janeiro
Amo o silêncio dos lagos,
com seu remanso de paz,
onde eu esqueço os estragos
que o mal da vida nos traz.

6º lugar: DIMAS LOPES DE ALMEIDA - Vila Nova de Gaia/Portugal
Remanso dentro de portas,
não é descanso, mas lida,
pois, de noite, em horas mortas,
enche-se o mundo de vida.

7º lugar: ALCY RIBEIRO SOUTO MAIOR - Rio de Janeiro
Se a mocidade me trouxe
a primavera florida,
o outono, sereno e doce,
deu-me o remanso da vida!

8º lugar: BENEDITO L. DE OLIVEIRA - Pouso Alegre
Na planície, o rio enorme,
calmo, remanso perfeito;
parece até que ele dorme
em cima do próprio leito.

9º lugar: LAÍS MIRANDA - Curitiba
Revejo a casa... arvoredos,
o rio bom, sem escolhos;
junto ao remanso, brinquedos,
e um rio brota em meus olhos!

10º lugar: CAROLINA RAMOS - Santos
Quem de injustiças padece,
trazendo a alma ferida,
só no remorso da prece
aprende a perdoar a vida.

11º lugar: JOUBERT DE ARAÚJO SILVA - Rio de Janeiro
Passa alegre a mocidade,
ligeira como a torrente;
passa o amor, vem a saudade,
- remanso na alma da gente!

12º lugar: WALDIR NEVES - Rio de Janeiro
Com teu amor puro e manso,
à margem, quase escondida,
tu foste sempre um remanso
no rio da minha vida...
=================================

ÂMBITO NACIONAL = TEMA: "PESCARIA"  (humorísticas)

1º lugar: JOSÉ GOMES PIMENTA - Divinópolis/MG
O pescador que é direito,
não quer que ninguém se queixe;
se tira um peixe do "leito",
no leito põe outro "peixe"!

2º lugar: COLBERT RANGEL COELHO - Rio de Janeiro
Eu, entre viras e viras,
no boteco, noite e dia,
vou só pescando as mentiras
dos que vão à pescaria.

3º lugar: DURVAL MENDONÇA - Rio de Janeiro
Maria e eu, só nós dois
fomos fazer pescaria,
e nove meses depois
"pescamos" outra Maria...

4º lugar: JOUBERT DE ARAÚJO SILVA - Rio de Janeiro
Para pescar, o Vicente,
sem que isto o desabone,
usa linha diferente:
- a linha do telefone!

5º lugar: VERA VARGAS - Curitiba
Infância... a gente fugia...
Travessuras, rosto em brasa..
o remanso, a pescaria
e depois a sova em casa!

6º lugar: MARIA NASCIMENTO SANTOS - Rio de Janeiro
Quando a isca está perfeita,
pesco até peixe cozido,
mas não encontro a receita
para pescar um marido...

7º lugar: ORESTES TURANO - São Paulo
Não bebe pinga? Não mente?
Não xinga o competidor?
Não é papudo, valente?
Não pode ser pescador!

8º lugar: IZO GOLDMAN - São Paulo
Sou pescador preguiçoso
e, mesmo assim, me regalo:
como o peixe mais gostoso,
quando consigo "robalo"!

9º lugar: JOSÉ LUCAS FILHO - Esmeraldas/MG
Pescaria excomungada
eu fiz, com moças em bando;
não peguei peixe nem nada
e acabaram me casando!

10º lugar: JORGE MURAD - Rio de Janeiro
Quando o peixe veio à tona,
durante a pesca, coitado,
ouviu de uma solteirona:
- será que é o meu namorado?

ALGUMAS "PESCARIAS" QUE NÃO FORAM PREMIADAS MAS TAMBÉM INTERESSANTES!

ANA ATAÍDE F. DA SILVA - Belo Horizonte
Na pescaria a "inocente",
sem tocar anzol nem linha,
fisgou, muito ingenuamente,
o marido da vizinha!

CARLOS GUIMARÃES - Rio de Janeiro
Da pescaria azarada,
reclama o velho Romão:
- No mar, peixinhos de nada;
na praia... cada peixão!

COLBERT RANGEL COELHO - Rio de Janeiro
Ó menina, não se ponha
a pescar sobre o riacho,
que os peixinhos sem-vergonha
espiam tudo por baixo!

DURVAL MENDONÇA - Rio de Janeiro
Eu adoro pescarias
e não sou de lero-lero,
mas só "pesco" em peixarias
que têm o peixe que eu quero!

ELTON CARVALHO - Rio de Janeiro
Briga o peixe. Ela faz manha,
e eu, pescador, não me envolvo:
quem manda ela ser piranha
e andar na boca do... polvo!

EUGÊNIA MARIA RODRIGUES - Rio Novo
Fala o peixe, revoltado:
"me pescam, acho grotesco
me levantar pelo rabo
e dizer: - madame, é fresco!"

JOSÉ GOMES PIMENTA - Divinópolis
Sem garrafa e sem moringa,
a pescaria não sai:
vai pinga se a chuva pinga;
se não pinga, a pinga vai!

JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO - Rio de Janeiro
Minha maior pescaria
foi no dia em que fisguei
um peixe que não cabia
no rio de onde o tirei!...

=================================
ÂMBITO MUNICIPAL = TEMA: "ILHA"  (líricas/filosóficas)

1º lugar: VALDEREZ DINIZ SALLES
Na vida, a fé é uma ilha
- refúgio de segurança -
em mar incerto, onde brilha
a luz da eterna esperança.

2º lugar: ALFREDO ALISSON ELIAN VALADARES
Neste mar de falsidade,
um sorriso de criança
se assemelha, na verdade,
a uma ilha de esperança.

3º lugar: DALVA CAMPELO CASTANHEIRA
Quisera, no mar da vida,
ser qual as ilhas distantes:
- a mão amiga estendida
aos perdidos navegantes!

4º lugar: CÉLIA GUIMARÃES SANTANA
Comandaste em breve estágio,
minha pobre embarcação;
foste ilha em meu naufrágio,
meu amparo e salvação!

5º lugar: RAIMUNDO GRAVITO
Vou dizer-te, minha filha,
guarda bem pra tua vida:
nunca sejas uma ilha
se tu queres ser querida!

6º lugar: MARIZA DA CONCEIÇÃO PEREIRA
"Homem nenhum é uma ilha":
positiva conclusão
de quem a vida palmilha,
sem conhecer solidão.

7º lugar: ZILÁ GUIMARÃES LANZA
Nunca serei uma ilha
pois vivo plantando amor,
e no final da partilha
colho dobrado o valor.

8º lugar: CALIL JOVELINO TANURE
Irradiando alegria,
tinha belos predicados...
Com uma ilha parecia,
cercada de namorados.

9º lugar: MARIA A. MATOS DE MELO
Por um mar só de amargura
naveguei milha após milha;
somente em tua alma pura
achei, de paz, minha ilha!

10º lugar: LÚCIA V. DE AVELAR
És do lago como filha
e nos dizes um refrão:
"nenhum homem é uma ilha",
quando é ponte o coração.
=================================
NOTA = esse material foi uma gentil contribuição do "Magnífico Trovador" IZO GOLDMAN, da UBT São Paulo/SP