ÂMBITO NACIONAL = TEMA: "QUEIMADAS"  (líricas/filosóficas)

1º lugar: SILVINA ANTUNES LEAL - Santos
A ponta acesa atirada
do cigarro no capim...
E todo o horror da queimada
às vezes começa assim...

2º lugar: ENIR MORETH SILVA - Niterói
Naqueles verdes de outrora
vejo cinzas espalhadas.
É o homem que se devora
na insensatez das queimadas.

3º lugar: JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO - Rio de Janeiro
Com a queimada, o fazendeiro
queima a esperança da vida:
- a terra só é celeiro
quando de verde vestida.

4º lugar: RODOLPHO ABBUD - Nova Friburgo
Queimadas... troncos despidos,
na dor de sua inocência,
parecem braços erguidos,
suplicando por clemência!...

5º lugar: JOSÉ NAEGELE - Niterói
É preciso que combatas
duas chagas cancerosas:
- a devastação das matas
e as queimadas criminosas...

MENÇÕES   HONROSAS

6º lugar: CARLINDA LAMEGO - Rio de Janeiro
Pondo a terra devastada
pelas queimadas a esmo,
numa conduta impensada
o homem destrói a si mesmo!

7º lugar: WALDIR NEVES - Rio de Janeiro
Foram-se as chamas... E os retos
da galharia tisnada
erguem-se aos Céus, em protestos
contra a insânia da queimada!...

8º lugar: MANOEL ROCHA FILHO - Taubaté/SP
Vendo a queimada que avança,
qual tenebroso dragão,
queima-se, em mim, a esperança
de ter mais trigo e mais pão...

9º lugar: ROMEU DE CARVALHO - Três Corações/MG
Autoridades, cuidado!
Cuidado, povo, também!
"Queimada" - ônus pesado
às gerações que aí vêm!

10º lugar: JOSÉ CARLOS SANTOS FREITAS - São Gonçalo/RJ
Na "Queimada", crepitando,
por entre chamas ao léu,
o som da mata queimando
é um grito de dor do céu!...

=================================
ÂMBITO MUNICIPAL = TEMA: "CHUVA"  (líricas/filosóficas)

1º lugar: RAYMUNDO GRAVITO
Como a terra ressequida
faz a chuva um grande bem;
sejamos também, na vida,
uma chuva para alguém!

2º lugar: DALVA CAMPELO CASTANHEIRA
Caiu chuva em quantidade
sobre a terra ressequida;
acordou minha saudade,
inda há pouco adormecida.

3º lugar: MARIA AUXILIADORA MATOS DE MELO
Pensa a chuva em denso véu,
enquanto cai em torrente:
- Que importa deixar o céu,
se fertilizo a semente?

4º lugar: JUDITH COELHO MACIEL
Deus! Fazei que minha prece
penetre até a floresta;
que o desmatamento cesse;
a chuva salve o que resta...

5º lugar: LÚCIA V. DE AVELAR
Quando se alastra a queimada
e a chuva põe-se a fugir,
vendo a terra tão crestada,
resta um recurso: pedir!

MENÇÕES   HONROSAS

6º lugar: VALDEREZ DINIZ SALLES
Choveu. A terra sofrida
teve alívio; então "sorriu"...
E a semente, agradecida,
tornou-se arbusto e floriu...

7º lugar: JOSÉ NOGUEIRA DA SILVEIRA REIS
Mo contexto tecnológico,
bradam ao céu as queimadas!
Contra o equilíbrio ecológico,
cortam chuva as derrubadas!

8º lugar: ALEXANDRINA DE SOUZA DAYRELL
Floresta foi devastada,
húmus deixou de existir.
Foi-se embora a passarada,
chuva deixou de cair!

9º lugar: JUDITH COELHO MACIEL
Quando as queimadas consomem
riquezas das nossas matas,
a chuva diz para o homem:
"Insano, por que me matas?..."

10º lugar: JOSÉ NOGUEIRA DA SILVEIRA REIS
As queimadas... fogaréu,
pasto seco devorava,
mas veio a chuva do céu,
logo a coivara apagava.
------------------------------
NOTA = esse material foi uma gentil contribuição do "Magnífico Trovador" IZO GOLDMAN, da UBT São Paulo/SP