ÂMBITO NACIONAL = TEMA: "CONFIANÇA"  (líricas/filosóficas) - concorreram 578 trabalhos

 

VENCEDORES  (por ordem alfabética de autores)

ARLINDO TADEU HAGEN - Juiz de Fora     (duas trovas)
Quem em Deus tem confiança,
não fraqueja nem se abala:
mil vezes perde a esperança,
mil vezes torna a encontrá-la!

Em completa insegurança,
há muitos homens tristonhos
que perdem a confiança
na força dos próprios sonhos!

EUGÊNIA MARIA RODRIGUES - Rio Novo/MG     (duas trovas)
Findo o amor, a dor me alcança
e vejo, desconsolado,
meu voto de confiança
mais uma vez anulado...

A confiança acabada
numa relação segura,
é qual linha arrebentada
que inutiliza a costura!

LINDA BRANDÃO DIAS - Nova Friburgo     (duas trovas)
Confio tanto em venturas,
à luz das preces geradas,
que as minhas noites escuras
fecundam sempre alvoradas!...

Só de entrega e segurança
nasce e vive um bem-querer...
Quem no amor perde a confiança,
não tem mais o que perder!...

SÉRGIO BERNARDO - Nova Friburgo
Vivendo frustrado e a esmo,
pelo que este amor me fez,
já nem confio em mim mesmo
para tentar outra vez!...

WALDIR NEVES - Rio de Janeiro
Não temo quando a criança
tropeça, no andar incerto.
- Tenho absoluta confiança
de que Deus está por perto!

-------------------------------------
MENÇÕES   HONROSAS  (por ordem alfabética de autores)

ADALBERTO DUTRA DE REZENDE - São Jerônimo da Serra
Eu confiei na esperança
toda a vida, anos e anos...
e foi essa confiança
que causou meus desenganos!

ALBERTINA MOREIRA PEDRO - Rio de Janeiro
Não desanimes... persiste!
Confia em ti por inteiro,
que o palhaço, mesmo triste,
nunca deixa o picadeiro.

ADELIR MACHADO - Niterói
Tenho tanta confiança
na força da minha prece,
que esta grisalha esperança
não morre... só envelhece!...

ANA MARIA MOTTA - Nova Friburgo
Não pode ser passageira,
nem frágil a confiança,
num país cuja bandeira
é bordada de esperança!...

CLÓVIS MAIA - Piraquara/PR
Confiança que fraqueja
parece emenda em cristal:
por mais bem feita que seja,
a emenda deixa o sinal.

JOÃO FIGUEIREDO - Rio de Janeiro
Quisera ter e não nego,
entre amigos sempre à mão,
a confiança que um cego
deposita no seu cão.

JOÃO SOBREIRA - Fortaleza
Enquanto houver confiança
e sentimento de amor,
o brilho de uma aliança
não mancha nem perde a cor.

MILTON NUNES LOUREIRO - Niterói
Sendo a vida uma refrega,
repleta de inquietação,
bendito o ser que carrega
confiança no coração...

NYDIA IAGGI MARTINS - Nova Friburgo
Ante a perdida confiança
de encontrar minha alegria,
é no espelho da lembrança
que eu me perco todo o dia...

OCTÁVIO BABO FILHO - Rio de Janeiro
Quem constrói seu barracão
no do vizinho apoiado,
pelo sim e pelo não,
confia... desconfiado!
=================================

ÂMBITO ESTADUAL (apenas trovadores do Estado de São Paulo
 

 TEMA: "SEGREDO"  (líricas/filosóficas)  =  (concorreram 391 trovas)

VENCEDORES  (por ordem alfabética de autores)

DIAS MONTEIRO - Taubaté     (duas trovas)
Amargas mais os meus dias,               (co-vencedora em Tambaú/SP - 1985)
aumentas mais minha dor,
quando me confidencias
os teus segredos de amor!

Pobre incréu! Em vão, tu sondas          (co-vencedora em Tambaú/SP - 1985)
saber de Deus os segredos:
- Deus fala na voz das ondas
que se quebram nos rochedos!

FERNANDO COSTA - São Paulo
As horas mortas ou calmas
do sossego mais profundo,
são silêncios com que as almas
guardam segredos do mundo!

IZO GOLDMAN - São Paulo
O segredo da trapaça
do tempo que vai passando,
é que, enquanto a gente passa,
ele finge e... vai ficando...

MARIA THEREZA CAVALHEIRO - São Paulo     (duas trovas)
Por mais que intimide o mundo
e a vida acarrete o medo,
sempre se guarda no fundo
uma esperança em segredo...

Transformei o meu lamento
em canto de amor profundo...
Larguei meu segredo ao vento
e agora é de todo o mundo!

SILVINA ANTUNES LEAL - Santos     (três trovas)
Aquele adeus doeu tanto...
Mas ao deixar-te eu sorria,
chorando em segredo o pranto
que em meus olhos se escondia...

Desfeito o infeliz enredo
do nosso drama, partiste...
- Mas só eu choro em segredo
a saudade que ainda existe...

Atrás do sonho mais lindo
em segredo acalentado,
chego a um caminho já findo,
sem ter o sonho alcançado...

------------------------------------
MENÇÕES   HONROSAS  (por ordem alfabética de autores)

CAROLINA RAMOS - Santos
No segredo do Universo,
ofuscando olhos ateus,
cada estrela é um lindo verso
desse Poeta que é Deus!...

CIDOCA DA SILVA VELHO - São Luiz do Paraitinga
As juras dos namorados,
querendo a noite retê-las,
fez dos segredos guardados
todo o seu manto de estrelas.

ERCY MARIA MARQUES DE FARIA - Bauru
Teu olhar em meu olhar...
de repente, aconteceu...
foi tão fácil desvendar
teu segredo, que era o meu!

HELVÉCIO BARROS - Bauru     (duas trovas)
Sorrisos de doce infância,
segredos da mocidade,
são as sombras da distância
no céu azul da saudade.

Sepulta no esquecimento
os teus segredos tristonhos:
se a vida te dá tormento,
ela não rouba teus sonhos...

ILZE DE ARRUDA CAMARGO - Santos
Segredo de Carolina
foi saber ter conservado
seu lindo olhar de menina
no rosto velho e cansado!

JOSÉ AUGUSTO RITTES - Atibaia
Já velho, mas na lembrança,
dentro de mim, às ocultas,
cubro com véus de esperança
ilusões ainda insepultas...

JOSÉ MARIA MORGADE DE MIRANDA - Ribeirão Preto
Ninguém fica o tempo inteiro
escondendo uma verdade.
O segredo é um prisioneiro
sedento de liberdade.

LILA LICCIARDI FONTES - São Paulo     (duas trovas)
Meus segredos, tão ocultos,
guardam descrença e amargor
de lindos sonhos sepultos
nos desacertos do amor.

Eu disse, quando partiste,
não voltes mais, por favor...
Mas meu segredo mais triste
foi esconder minha dor.

SEBAS SUNDFELD - Tambaú     (duas trovas)
A indiferença exterior
que usamos quando nos vemos,
esconde a história de amor
que só nós dois conhecemos...

Às claras ou em segredo,
duas faces tem a vida:
uma mostrada sem medo...
outra com medo escondida!

WALTER WAENY - Santos
Lembram, na vida, os segredos,
em lição que fundo cala:
água escorrendo entre os dedos
de quem, nas mãos, quer guardá-la!
=================================
NOTA = esse material foi uma gentil contribuição do "Magnífico Trovador" IZO GOLDMAN, da UBT São Paulo/SP