TEMA = “CARAVELAS”

1º lugar:
Do Tejo, há quinhentos anos,
as caravelas zarparam.
O vento mudou os planos
e às nossas praias chegaram.
TEREZINHA ZANONI FERREIRA – RJ

2º lugar:
Caravelas, calmaria
num longínquo mês de abril
e um porto, numa baía,
mostra as portas do Brasil.
SANDRO PEREIRA REBEL – NITERÓI

3º lugar:
Brasil, torrão quinhentista!
Entre as brumas dos teus mares
o trovador inda avista
caravelas seculares...
ALTAIR FERNANDES CARVALHO – PINDA

MENÇÕES HONROSAS:

A fila das caravelas
comandadas por Cabral
fez a ponte sem cancelas
do Brasil a Portugal!
RENATA PACCOLA – SP

Vencendo o mar e as procelas,
veio Cabral, confiante,
nas mais rudes caravelas,
tomar posse de um “gigante”@
RUTH FARAH NACIF LUTTERBACK – CANTAGALO

As caravelas chegaram
ao Brasil, com tanta glória
que, por bravura, ganharam
um lugar em nossa história.
JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO – RJ

Foi como o abrir de janelas
para um mundo de magia,
avistar, das caravelas,
o cenário da Bahia...
DARLY O. BARROS – SP

Caravelas singram mares,
buscando rotas de glória;
“Terra à vista!” corta os ares
e o Brasil entra na História.
SANDRO PEREIRA REBEL – NITERÓI

Brasil nos quinhentos anos,
lembra a esquadra de Cabral!
Caravelas... sonhos... planos...
com láureas no seu final!
TEREZINHA DE JESUS LOPES – JUIZ DE FORA

MENÇÕES ESPECIAIS:

Caravelas portuguesas
deslizando em mar escuro,
venceram as incertezas,
chegando a porto seguro!...
ERCY MARIA MARQUES DE FARIA – BAURU

A Cruz trazida nas velas
foi que ajudou a traçar
a rota das caravelas
para o Brasil encontrar!
FERNANDO CRUZ – RJ

Caravelas! Mês de abril,
quinhentos anos atrás,
descobriram o Brasil,
terra de Sonho e de Paz!
MARIA AMÉLIA P.DE CARVALHO – LISBOA / PORTUGAL

“Terra à Vista!” – Sem procelas,
grita um marujo, febril.
E Cabral... e as caravelas...
vão descobrindo o Brasil!!!
EDUARDO A. O. TOLEDO – POUSO ALEGRE

Vencendo vagas, procelas,
por entre lutas e glória,
escrevem as Caravelas
quinhentos anos de História!
IVONE TAGLIALEGNA PRADO – BELO HORIZONTE

MELHOR TROVA DE EDUCAÇÃO FORMATIVA:

Caravelas, teus traçados
eu bendigo em minha prece!
Quinhentos anos passados
e minha Pátria agradece!
JOSÉ VALDEZ DE CASTRO MOURA – PINDAMONHANGABA