ÂMBITO NACIONAL / INTERNACIONAL
TEMA: "SABIÁ"

VENCEDORES (por ordem alfabética)

No galho, mirando a água,
que no riacho desliza,
um sabiá canta em mágoa
vendo o rio que agoniza...
ALFREDO BRASÍLIO DE ARAÚJO - BAEPENDI / MG

Toda mãe à cabeceira,
cantando junto ao bercinho,
lembra o sabiá-laranjeira
trinando à beira do ninho!
BENEDITO CAMARGO MADEIRA - POUSO ALEGRE

O sabiá, na ternura
do som que é somente seu,
canta pela partitura
que a mão de Deus escreveu.
JOSÉ LUCAS DE BARROS - NATAL

O sol logo nascerá
e entre as aves, às centenas,
o festivo sabiá
lembra uma flauta de penas!
MARINA BRUNA - SÃO PAULO

Na igrejinha abandonada
Deus não se sente sozinho:
nas mãos da imagem quebrada
um sabiá fez o ninho!
NEIDE ROCHA PORTUGAL - BANDEIRANTES

Teu canto doce e tranqüilo
sabiá, é tão bonito,
que os anjinhos, para ouvi-lo,
se debruçam no infinito!
AMÁLIA MAX - PONTA GROSSA / PR

Meu sabiá junto à grade,
nem parece prisioneiro;
quando eu choro a liberdade
ele canta o cativeiro!
ANTONIO VALENTIM RUFATTO - BAURU

Meu sabiá, se eu seguir
o que a consciência manda,
nunca mais eu vou te ouvir
cantar em minha varanda.
CÉLIA GUIMARÃES SANTANA - SETE LAGOAS / MG

Meu sabiá cantador
gorjeava o dia inteiro,
mas quis ouvi-lo o Senhor...
Foi pro céu meu seresteiro.
DJALDA WINTER SANTOS - RIO DE JANEIRO

Oprimido na gaiola,
lamentando a escravidão,
o sabiá cantarola
para o algoz sem coração.
RUTH FARAH NACIF LUTTERBACH - CANTAGALO / RJ
--------------------------------------------------------------------

MELHOR TROVA EDUCATIVA - FORMATIVA

Jamais cometa a injustiça
de engaiolar um sabiá...
Vença o desejo e a cobiça,
que a recompensa virá!...
HERMOCLYDES SIQUEIRA FRANCO - RIO DE JANEIRO
========================================

ÂMBITO REGIONAL = TEMA "ÁGUA"

VENCEDORES (por ordem alfabética)

Muitas vezes fico mudo,
sentindo dentro esta mágoa:
que a água lava tudo
e todos sujam a água.
D. ANTONIO AFFONSO DE MIRANDA - BISPO DE TAUBATÉ

O rio sujo que corre
para o mar, mais sujo ainda,
nos diz que se a água morre,
tudo o mais também se finda.
ARGEMIRA FERNANDES MARCONDES - TAUBATÉ

Milagre, exposto, sem véus,
a água da chuva encerra:
um maná, vindo dos céus
que mata a sede da terra!
ÉLBEA PRISCILA DE SOUSA E SILVA - CAÇAPAVA

Perdulário, a água perdida
com que varres o teu chão,
seria fonte de vida
na aridez do meu sertão.
MAURÍCIO CAVALHEIRO - PINDA

Postada à beira do açude,
Maria reza e bendiz
a vida, outrora tão rude,
que a água tornou feliz.
OSCAR VIEIRA SOARES - TAUBATÉ

MENÇÕES HONROSAS

Devemos nos espelhar
na água de uma nascente,
que luta até alcançar
o imenso mar, lá na frente!
ANGÉLICA VILELLA SANTOS - TAUBATÉ

A água sempre acolhida,
presente do Criador,
a grande fonte da vida,
devemos cuidar com amor.
ANTONINA CARDOSO MACHADO - LORENA

Contemplo cheio de mágoa,
a chuva na tarde mansa;
transformo essas gotas d'água
em mil prantos de esperança!
JOSÉ VALDEZ DE CASTRO MOURA - TAUBATÉ

Água pura e cristalina
a correr buscando o mar,
no trajeto tem a sina
de muita sede matar.
JUDITE OLIVEIRA - TAUBATÉ

Toda água que evapora
dos lagos, rios e mares,
volta em chuva e, sem demora,
faz crescxer novos pomares!
WALTER LEME - PINDA