XXVII CONCURSO DE TROVAS DE TAUBATÉ

(classificações por ordem alfabética)

 

ÂMBITO NACIONAL = TEMA: “ALVORADA”

 

VENCEDORES

 

Queria ao fim da jornada,

na manhã do meu adeus,

ver o brilho da alvorada

na luz dos olhos de Deus!

ADEMAR MACEDO – Natal

 

Assim que o dia viceja

à meia-luz da alvorada,

a noite insone boceja

e adormece... ensolarada!

EDMAR JAPIASSÚ MAIA – RIO

 

Senhor, que a cada alvorada,

possamos ter, com certeza,

mais forças na caminhada

e o pão para a nossa mesa!

ERCY Mª MARQUES DE FARIA – Bauru

 

Com as chaves da alvorada

Deus, que é poder e magia,

deixa a noite enclausurada

e abre as portas para o dia!

RITA MARCIANO MOURÃO – Ribeirão Preto

 

Ao tirar da noite a manta,

a alvorada traz fulgores,

o dia então se levanta

espreguiçando em mil cores.

THEREZINHA TAVARES – Nova Friburgo

 

MENÇÕES HONROSAS

 

Viver é seguir em frente,

sem pensar no fim da estrada

e ver no sol do poente

o mesmo sol da alvorada.

ANTONIO DE OLIVEIRA – Rio Claro

 

O sol morre tristemente,

e diz à tarde magoada

que a tristeza do poente

é não ter sido alvorada!!

CAMPOS SALES – SP

 

Mesmo sem pincel nem tinta,

a mão de Deus artesã,

em cada alvorada pinta

o sorriso da manhã!

FRANCISCO GARCIA DE ARAÚJO – Caicó

 

Com a visão embaciada

e o caminhar pouco ereto,

vejo o esplendor da alvorada

pelos olhos do meu neto.

FRANCISCO JOSÉ PESSOA – Fortaleza

 

Este poeta deduz

que Deus, vendo obra acabada,

disse então: “Faça-se a luz”!

E eis a primeira alvorada!

FRANCISCO NEVES DE MACEDO – Natal

 

MENÇÕES  ESPECIAIS

 

Quanta grandeza se encerra

na alvorada colorida

que desce os degraus da serra

espargindo a luz da vida!

ADILSON MAIA – Niterói

 

Nasce a alvorada!  Encantado,

eu vejo, envolto em magia,

o Sol pintar de dourado

a porta cinza do Dia!

ANTONIO JURACI SIQUEIRA – Belém

 

Jamais eu somo as tristezas

se tenho tardes sombrias...

Procuro somar belezas

de alvoradas luzidias...

IVONE TAGLIALEGNA PRADO – BH

 

Do antigo amor a ternura

que ficou n’alma retida,

é a alvorada que perdura

no ocaso da minha vida!

JOSÉ MESSIAS BRAZ – Juiz de Fora

 

Quando findar minha estrada,

vou aportar, renascida,

no raiar de outra alvorada,

no portal de uma outra vida!

THEREZA COSTA VAL – BH

 

MELHOR TROVA EDUCATIVA FORMATIVA

 

Na alvorada do saber

por entre as fímbrias do bem,

vemos sempre aparecer

a mão de um mestre também!

OEFE SOUZA – Ribeirão Preto

------------------

 

ÂMBITO REGIONAL = TEMA: “AQUARELA”

 

VENCEDORES

 

Desafiando a noite escura,

a lua surge tão bela,

que parece uma pintura

toda feita em aquarela.

ARGEMIRA FERNANDES MARCONDES - Taubaté

 

Colorida, esvoaçante,

dançando, com arte e intento,

bailarina, és deslumbrante

aquarela em movimento!

ÉLBEA PRISCILA DE SOUSA E SILVA - Caçapava

 

Aquarela desprovida

 de brilho, luz e calor...

- Este é o resumo da vida

de quem morreu para o amor!...

JOSÉ OUVERNEY - Pindamonhangaba

 

Meu pai forte... a velha enxada...

nosso sustento plantado...

linda aquarela pintada

na tela do meu passado!

LUIZ ANTONIO CARDOSO - Tremembé

 

Muitas vezes na pintura,

em aquarela aparece,

numa suave ternura,

a dor que nunca se esquece.

MIFORI – Paraibuna

 

MENÇÕES  HONROSAS

 

Em uma linda aquarela

gaivotas pairam no ar,

parecem vivas na tela,

na expressão do seu olhar.

ADILSON SALGADO -

 

Cai a tarde ao pé da serra

e o sol, sem falsos pudores,

emprenha o ventre da terra

numa aquarela de cores.

BESSANT -

 

Quero ouvir na soledade,

num devaneio febril,

os acordes da saudade

da Aquarela do Brasil.

JOEL HIRENALDO BARBIERI - Taubaté

 

A aquarela de um poente

faz sofrer meu ser incréu,

ao ver o sol impotente

morrer exangue no céu!

JOSÉ VALDEZ DE C. MOURA -

 

Finda o inverno e a primavera

em um festival de cores,

pinta a Terra e a regenera

com a aquarela das flores.

MAURÍCIO CAVALHEIRO – Pindamonhangaba

 

MENÇÕES  ESPECIAIS

 

No céu sorri uma estrela

quase que ao findar do dia...

O cenário é de aquarela,

o tema – de poesia!

ADAMO PASQUARELLI – São José dos Campos

 

Entre tintas coloridas

de uma pequena aquarela,

idéias adormecidas

traçam contornos na tela.

ANDRÉIA JOFRE SIMAS - Tremembé

 

O meu sonho é tão real,

que na frente da aquarela,

eu num toque magistral

desenho o semblante dela.

JOÃO GUILHERME F. RODRIGUES - Pindamonhangaba

 

A Bandeira brasileira

é a aquarela que seduz,

dentre todas a primeira

da Terra de Santa Cruz!

MARIA ARLINDA DOS SANTOS - Taubaté

 

A mais bonita aquarela

que deslumbra os olhos meus,

é a natureza tão bela,

feita pelas mãos de Deus.

ROBERTO HONÓRIO BARBOSA – São José dos Campos

============================