Em maio de 1995 a Prefeitura Municipal de Amparo/SP e a UBT, seção de Amparo, tendo respectivamente à frente os senhores João Batista Cintra e Francisco Luzia Netto, tiveram a feliz iniciativa de editar uma pequena coletânea contendo apenas trovas reverenciando a figura materna.
     Apresento-lhes as trovas da coletânea, acrescidas das palavras de apresentação do renomado trovador amparense, falecido no ano de 1998.  Amparo continuou apresentando seus Jogos Florais de trovas até o ano de 2006, através da filha, Eliana Dagmar.

                                                                                                      ALGUMAS  PALAVRAS...

 A seção Amparense da União Brasileira de Trovadores, por todos os seus componentes diretivos, dando prosseguimento ao incansável propósito de promover sempre a cultura trovadoresca no município e fora dele, pretende com esta edição prestar significativa homenagem às mães de todas as idades e condições sociais, através da publicação de quase um cento de trovas versando sobre o tema proposto, de consagrados autores brasileiros.
 Esta edição, de mais de meio milheiro de exemplares, só foi possível graças ao patrocínio da Prefeitura Municipal, pelo seu dinâmico Prefeito, Dr. João Cintra, que vem emprestando valiosíssimo apoio às artes em todos os seus segmentos.
 Assim, pela passagem de mais uma data em que se comemora o Dia das Mães, nossas homenagens a todas elas e, em particular, às Mães Amparenses.  À Prefeitura de Amparo e sua Assessoria de Cultura, nosso muito obrigado pelo apoio e patrocínio.
 Às mães, esta beleza trova, de Archimino Lapagesse:

Se Deus atendesse, um dia,
minha prece ingênua e doce,
quem fosse mãe não morria,
por mais velhinha que fosse!

F. LUZIA NETTO  -  Presidente da UBT, seção de Amparo.

================================

01
Se um destino mau te acusa,
volve a tua mãe rezando,
que Jesus nunca recusa
o que as mães pedem chorando.
ORLANDO CAVALCANTI
02
Quantos filhos, sem carinho
de pais e mães anormais.
Quantas mães sem um filhinho,
quantos filhinhos sem pais...
ANÍS MURAD
03
Mamãe, não quero a maninha
que você me prometeu:
- o colo da mamãezinha
vai ser mais dela que meu...
JAYME DE FARIA GÓES
04
Minha mãe era tão boa!
Deus a levou. Mesmo assim,
por qualquer mal que me doa,
sempre está junto de mim!
JUNQUILHO LOURIVAL
05
Não sei de maior tristeza,
nos caminhos que palmilho,
que a da mãe que vela, à mesa,
o corpo morto do filho.
AGMAR DE GUEDES VAZ
06
Por teu sonho já concreto,
minha mãe, por teu louvor,
guarda esta rosa de afeto
no vaso do teu amor.
JANDIRA GRILLO
07
Canta, ó Mãe, tua cantiga,
e vem, em doce abandono,
do fundo da noite antiga,
ninar meu último sono...
ORLANDO BRITO
08
Adeus, filho... Vive a vida!
Volta um dia, sem promessa...
que a primeira despedida
no ventre da mãe começa...
CAROLINA RAMOS
09
A mãe que nós hoje temos
é como a luz, meu rapaz:
só quando falta é que vemos
a falta que ela nos faz!
ILDEFONSO DE PAULA
10
Sua cruz que eu sei, pesada,
minha mãe leva sozinha.
Mesmo assim, velha e cansada,
me ajuda a levar a minha.
LILINHA FERNANDES
11
- "Não há mãe melhor que a minha"
diz a filha à mamãezinha.
E a mãe, sorrindo: - "Filhinha,
melhor que a tua era a minha"...
LIA PEDERNEIRAS DE FARIA
12
Mãe é uma luz diferente!
Explende com tanto brilho
que aclara, continuamente,
toda a estrada de seu filho!
LUIZ OTÁVIO
13
A certeza que me encanta,
e a ti também, certamente,
é saber que a mãe mais santa
será sempre a mãe da gente.
ELIANA DAGMAR
14
Das dores que o tempo aguça,
a mais triste, eu desconfio,
ser a da mãe que soluça
junto de um berço vazio...
NILO APARECIDO PINTO
15
Ó minha mãe! em meus cantos,
num grato e eterno estribilho,
bendigo a Deus que, entre tantos,
me escolheu para teu filho!
J.G. DE ARAÚJO JORGE
16
Sente a mãe, maravilhada,
da ventura o doce enleio,
vendo a boquinha adorada
sugando a vida em seu seio!
DURVAL MENDONÇA
17
Mãe merecia um presente
que Deus não dá a ninguém:
o viver eternamente
e, com ela, nós também!
EULÁLIA SPINELLI
18
Eu vi minha mãe rezando
aos pés da Virgem Maria.
Era uma santa escutando
o que outra santa dizia.
BARRETO COUTINHO
19
A Deus ririjo esta prece,
no ermo das noites sem fim:
- A dor que é para meus filhos,
quero-a toda para mim.
CIRCE MOREIRA ROSA
20
Mãe! Que é da rima sublime
para este nome invulgar?
- Nenhum vocábulo exprime
sua grandeza sem par!
LAURO DE AZEVEDO ROLIM
21
Minha mãe, foi o destino
que me fez voltar... sou eu!
- Nada resta do menino
que a senhora conheceu!
DELMAR BARRÃO
22
Não caminha nos abrolhos
da incerteza e da traição,
quem tem mãe - no altar dos olhos!
quem tem Deus - no coração!
FRANCISCO DE MATOS
23
Para a mãe que se desvela
junto a um berço e não se cansa,
não há música mais bela
que o choro de uma criança.
GUIOMAR MACHADO
24
Creio em Deus desde menino.
Creio no céu que me encanta,
e no desvelo divino
de minha mãe, que é uma santa.
HÉLIO GARCIA DE MATTOS
25
Minha mãe verteu mais pranto
que a Mãe de Nosso Senhor.
- A Virgem chorou um santo;
minha mãe - um pecador!
JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO
26
Coração de Mãe - canteiro
em perene floração,
onde um santo jardineiro
planta as rosas do perdão.
MARILITA POZZOLI
27
Quando beijo,mãe, a palma
sedosa de tua mão,
eu também sinto a minha alma
beijar o teu coração!
MÁRIO BRAGA
28
Quanta mãe que, mal casada,
não vê mais da vida o brilho,
mas padece resignada,
pelo amor que tem no filho!
NICOMEDES ARRUDA
29
Em paz o mundo estaria
se governassema terra
somente mães que, algum dia,
perderam filhos na guerra...
OSMAR GODINHO
30
Outra luz não há tão pura,
nem olhar com tanto brilho,
como o fitar com ternura
da mãe namorando o filho.
PAULA FARIA
31
Amor de mãe não se sabe
o que é. Mas, se alguém souber,
dirá que é um mundo que cabe
num coração de mulher.
PAULO FÉNDER
32
Amor de mãe é tão puro,
tão sublime e tão fecundo,
que, comovido, asseguro
ser o primeiro do mundo.
RENATO DE LACERDA
33
Não chores, Mãe, se em teu peito
não posso mais me abrigar:
- o rio deixca o seu leito
e cai nos braços do mar.
ROBERTO DE MEDEIROS
34
Fiz-te raínha, entretanto,
errei, minha mãe, perdoa...
- Era o teu halo de santa
que eu julguei uma coroa!
SÉRGIO FONSECA
35
Não chores, ó mãe querida,
acalma as dores, acalma!
Teu filho fugiu da vida,
porém ficou em tua alma!
VITAL BIZARRIA
36
Em meu tempo de estudante,
se algum mal me acontecia,
não sei como, tão distante,
minha mãe logo sabia.
WALDEMAR PEQUENO
37
A mãe que a filho acalenta
- tal o seu amor profundo -
tem a impressão que sustenta
em seus braços todo um mundo.
BELMIRO BRAGA
38
A beleza de um momento
jamais se esquece na vida,
é a lembrança de um alento:
o beijo da mãe querida!
DERCY ALONSO DE FREITAS
39
Que o teu nome não tem rima
sempre alega o trovador.
Trovar com ele me anima,
pois sempre rima com amor.
J. L. LEÔNCIO
40
Minha mãe, que tanto chora,
carregando a sua cruz,
só não é Nossa Senhora
por não ser mãe de Jesus.
AMÉRICO SEIXAS
41
Eu sou rica, meu amigo!
Vivo cercada de ouro,
pois tendo mamãe comigo,
possuo o maior tesouro.
DEYSE C. GOTARDELLO
42
A ternura se descobre
em seus mais profundos traços,
através de uma mãe pobre
ninando o filho nos braços.
CEZÁRIO BRNDI FILHO
43
Tenho minha mãe querida,
um amor todo especial.
Ela vale em toda a vida
como alguém em potencial.
ISAÍAS TEVES
44
Na sala nobre do peito,
minha mãe, a tua imagem
é o quadro que mais respeito
e ao qual mais rendo homenagem.
PEDRO GUEDES
45
"Emes", de Mãe e Maria,
eu escondo em cadamão.
E, ao juntá-los, todo dia,
eu faço a minha oração.
COLBERT RANGEL COELHO
46
Mãe - é palavra sem rima,
buscá-la é inútil, não tente,
poismãe está muito acima
de tudo, coisas e gente.
OTÁVIO BABO FILHO
47
O Ave-Maria é prece
que cedo aprendi cantar.
Feliz do filho que cresce
junto da mãe a rezar.
AMÉRICO DEGL'IEPOSTI
48
Surpreendente maravilha
a que agora me acontece:
- Minha mãe é minha filha
à medida que envelhece.
JESY BARBOSA
49
Maria, Mãe do Senhor!
Mãe dolorosa, é verdade.
Mãe sublime! Mãe de amor,
que salvou a humanidade!
MARIA HELENA CATELLI
50
Amor de mãe não se embaça,
é flor que nunca fenece,
quanto mais o tempo passa,
com mais vigor ele cresce.
ISABEL MORAES DE AGUIAR
51
Mais parece um estribilho,
o ranger de uma porteira,
para a mãe que espera o filho,
pela madrugada inteira...
MARIA NELSI SALES DIAS
52
Devoção de mãe parece
mesmo, um amor diferente.
Sempre que o filho adoece,
ela fica mais doente.
DALVA DE ARAÚJO
53
Mãe, com respeito profundo
é que esta verdade escrevo:
Toda a riqueza do mundo
não paga o bem que eu te devo!
IVO DOS SANTOS CASTRO
54
Eu sei, mãe, que minha estrada
tem de seus olhos o brilho...
Toda mãe é uma alvorada
no amanhecer de seu filho!
TIAGO AZEVEDO
55
Nas vidraças do orfanato
quantos olhinhos à espreita,
buscando ver o retrato
da mamãezinha perfeita.
ANTONIO BISPO DOS SANTOS
56
Pensando, após a partida,
ter-se amainado a tristeza,
eu vi mamãe, distraída,
pondo um prato a mais na mesa.
PEDRO ORNELLAS
57
Quando se diz mãe, se beija
o ar que dela nos separa...
Mãe, seja e que língua seja,
é sempre a expressão mais cara!
AMADEU FONTANA LINDO
58
Da infância, com que doçura
me lembro, mãe, de você...
A voz cheia de ternura
cantando o "nana-nenê".
F. LUZIA NETTO
59
Mãos de mãe - mãos que mendigam,
mãos que oferecem, que doam,
que ao mesmo tempo castigam,
ao mesmo tempo perdoam.
ANIBAL VITRAL MONTEIRO
60
Mamãe! Que grande poder!
De você, de dentro eu vim...
Agora, mãe, é você
que vive dentro de mim!
AMAURY MIRANDA
61
Minha mãe - que com carinho
fez da dor uma alegria,
deve ter o seu cantinho
sob o manto de Maria.
ANTONIO BITTENCOURT
62
Ao perdê-la, Mãe querida,
algo estranho sucedeu:
Eu não sinto mais a vida!
Sinto que o morto sou eu!
ANTONIO WERNECK
63
Minha mãe, bondosa e bela,
este milagre operou:
vivi bem mais junto ela
depois que a morte a levou!
ARISTHEU BULHÕES
64
Vais ser mãe... Tua figura
perdeu a graça infinita...
Mas revelas tal ventura
que pareces mais bonita.
CARLOS GUIMARÃES
65
Tão pequenino e, no entanto,
traduz o amor mais profundo;
que nome existe, mais santo,
do que o teu, mãe, neste mundo?
CECÍLIA CERQUEIRA CAVALCANTI
66
Junto do berço que a luz
da fé cristã alumia,
toda criança é Jesus
e toda mãe é Maria!
Pe. CELSO DE CARVALHO

======================================
NOTA = esse material foi uma gentil contribuição do "Magnífico Trovador" IZO GOLDMAN, da UBT São Paulo/SP
================================