HERANÇA POÉTICA Colaboração de Maria Thereza Cavalheiro

TROVAS PARA O “DIA DA BANDEIRA” - novembro/2015

       Em substituição à Bandeira Imperial, que vigorou de 1882 a 1889, desenhada por Jean Baptiste Debret, com a República foi instituída uma nova bandeira, com desenho de Décio Vilares, conforme o Decreto nº 4, de 19.11.1889, do Marechal Deodoro da Fonseca, nas antigas cores nacionais, verde e amarelo. O Dia da Bandeira, que se festeja a 19 de novembro, foi, porém, comemorado, pela primeira vez, em 19.11.1908, conforme escreve amplamente sobre o assunto Derly Halfeld Alves, em seu livro “Bandeiras - Nacional, Históricas e Estaduais”, editado pelo Senado Federal. Eis o espírito cívico de alguns de nossos trovadores, agora no mundo sideral:

Pavilhão verde-amarelo
a tremular imponente:
és o símbolo singelo
de um país que é um continente!
HERMOCLYDES SIQUEIRA FRANCO
 
Tua grandeza contemplo,
Brasil, num fervor profundo,
pois nasceste para exemplo
das nações livres do mundo!
ARISTHEU BULHÕES
 
Pedaço de chão primeiro,
que me viu desabrochar,
que sejas o derradeiro
neste mundo a me abrigar!
ALZIRA DE SIQUEIRA ALVES
 
O Brasil é minha terra,
a terra da Liberdade:
é país onde se encerra
a Paz e a Felicidade!
HARLEY CLÓVIS STOCCHERO
 
Minha terra pequenina
fica além daquela serra,
quem não crê no paraíso
que vá ver a minha terra!
ANTONIETA BORGES ALVES
 
No concerto das Nações,
eis um conceito profundo
que nega contestações:
Brasil, coração do mundo!
V.C. SOARES DE SOUSA
 
A terra enorme se expande
nesse infinito de anil.
Deus fez a terra tão grande
para caber o Brasil!
J. GASTÃO MACHADO
 
Depois de tão longa ausência,
pelo mundo andando ao léu,
voltando à minha querência,
parecia entrar no céu...
LUIZ OTÁVIO
 
Deus o universo criou,
fez a terra e o céu de anil;
quando tudo terminou,
veio morar no Brasil!
MIGUEL P. CIONE
 
As minhas trovas são prantos
que, de forma bem sutil,
partem levando os meus cantos
aos cantos deste Brasil.
HILDEMAR DE A. COSTA
 
O nosso civismo encerra
a glória que a gente tem.
Quem não ama sua terra
não sabe amar a ninguém.
ARGENTINA DE MELLO E SILVA
 
O Gigante despertou!
E um grito heroico e viril
de Norte a Sul ecoou:
- Ninguém segura o Brasil!
IDÁLIA KRAU
 
Santos Dumont, com coragem
e com a nave pioneira
foi ao céu, soltando à aragem
a Bandeira Brasileira!
NÍLTON DA COSTA TEIXEIRA
 
Brasil tem brasa no nome
e trabalha sem cessar.
É luz que não se consome,
é chama sempre a brilhar!
FERNANDES SOARES
 
Eu saúdo a juventude,
em quem deponho a esperança,
de levar à plenitude
o nosso Brasil criança!
HÉLIO DE AGUIAR
 
Quando Pero Vaz enceta
a Carta, naquele abril,
nasce o primeiro poeta
das belezas do Brasil.
ENO THEODORO WANKE
 
Saudade de minha terra,
que aumenta na solidão.
De tudo tenho saudade...
até das pedras do chão.
ADALBERTO DUTRA DE REZENDE
 
Deus, num símbolo que encerra
promessas de redenção,
deu ao Brasil - minha terra -
a forma de um coração.
LEONARDO HENKE
 
Brasil - do mundo um celeiro:
paz, amor, prosperidade;
sob as bênçãos do Cruzeiro,
as três raças - Liberdade!
LYGIA FUMAGALLI AMBROGI
 
No verde de minha terra,
alto canta o sabiá,
e a beleza que isso encerra
só no meu Brasil é que há.
SYLVIA REYS