www.falandodetrova.com.br/colunasecolunistas

HERANÇA POÉTICA
Colaboração de Maria Thereza Cavalheiro

TROVAS SOBRE AMOR - junho /2017

 
       Declare o amor em forma de trovas, no “Dia dos Namorados”!

       Temos muitas datas comemorativas, e uma delas, de grande relevância, é o “Dia dos Namorados”. Porque o amor é a mola do mundo, é ele que impulsiona as pessoas para a felicidade. Das uniões, surge a família, e é a família a base da pátria. Em geral, as alegrias giram em torno do amor.

       Em muitos países, a comemoração é no dia 14 de fevereiro, Dia de São Valentim. Conta-se que, na Roma antiga, o imperador Claudius II deu ordem para que seus soldados não se casassem, não se distraíssem com nada, para melhor se entregar à luta. Mas um padre, de nome Valentim, fez muitos casamentos clandestinamente, até ser descoberto, preso e executado.

       No Brasil, o publicitário João Doria (pai) divulgou a comemoração em prol dos namorados, e sugeriu que o dia fosse 12 de junho, às vésperas do Dia de Santo Antônio, tido como santo casamenteiro. A ideia vingou, e a data da comemoração passou a ser esta.
Assim, este mês os sentimentos afloram mais aos corações enamorados, e, como Amor e Poesia seguem muito juntos, é fácil declarar um amor, por meio de trovas. Como as seguintes, de poetas que já nos deixaram:
 
Não me chames de senhor
que eu não sou tão velho assim,
e a teu lado, meu amor,
não sou senhor nem de mim!
RODRIGUES CRESPO
 
Em teus braços aninhada,
tenho, ao alcance da mão,
toda uma noite estrelada,
todo o sol no coração.
COLOMBINA
 
Com que capricho e desvelo
Deus procurou te enfeitar.
Pôs noite no teu cabelo
e aurora no teu olhar.
ANTÓNIO ZOPPI
 
Eu ontem não tive o ensejo
de ver teu rosto querido.
Ao dia que não te vejo
eu chamo um dia perdido...
ANTÔNIO SALES
 
Quando passas, criatura,
altiva, faceira e bela,
se é dia, o sol mais fulgura,
se é noite, o céu se constela.
RAIMUNDO ARAÚJO
 
O dia todo é bem vindo,
porque estou ao lado teu,
mas à noite... é bem mais lindo,
quando sou tua e és meu!
CÉRES  ANTAS
 
Eu quis o livro infinito
sobre a amplidão dos espaços.
Fui achá-lo circunscrito
no limite dos teus braços.
ALMEIDA COUSIN
 
Por mais que de mim te escondas,
meu sonho esta cena ensaia:
meus beijos brincando de ondas,
teu corpo a brincar de praia.
FERREIRA NOBRE
 
Quando me abraças, teus braços
me envolvem como cipós,
me agarram como dois laços,
me prendem como dois nós...
ORLANDO BRITO
 
Quero ser tua esperança,
ser tua prece e sorriso,
teu momento de bonança,
o teu céu, teu paraíso!
MARIINHA MOTA
 
Minha desdita é sem cura,
por este amor que me invade:
se vens - morro de ventura,
se vais -  morro de saudade.
LEONARDO HENKE
 
Quanto amor, quanto carinho,
que meu quartinho revela,
quando vens, bem de mansinho,
apagar a luz da vela...
HARLEY CLÓVIS STOCCHERO
 
Do mar revolto da vida
se, à vezes, fugir procuro,
em teus afagos, querida,
encontro um porto seguro.
HERÁCLITO DE O. MENEZES
 
Guardei no cofre do peito
os meus segredos, em vão:
o esconderijo é perfeito,
mas tens a chave na mão...
DAVID DE ARAÚJO
 
Tu partes com tal frequência,
que, embora em meio às promessas,
persiste um sabor de ausência,
toda vez que tu regressas.
ALCY RIBEIRO SOUTO MAIOR
 
Tanto espaço entre nós dois
é demais, e eu não confio:
pode alguém querer, depois,
ocupar esse vazio!...
ALBERTO FERNANDO BASTOS
 
Quando os espinhos da vida
estão ferindo meu peito,
suporto a dor da ferida
quando contigo me deito...
RODOLFO C. CAVALCANTE
 
Para abraçar-te, menina,
meu anseio é tão profundo,
que a distância de uma esquina
parece uma volta ao mundo.
JOSÉ LUCAS DE BARROS
 
Meu amor, quando chegaste,
foi grande a minha emoção...
Tremi qual planta na haste
em horas de furacão...
IRACY PEREIRA
 
Quando me mostras, sentada,
teus joelhos, num sorriso,
vislumbro a curva da estrada
que me leva ao paraíso...
FRANCISCO PIMENTEL