HERANÇA POÉTICA
Colaboração de Maria Thereza Cavalheiro para o site www.falandodetrova.com.br/herancapoetica

 

TROVAS sobre “CARNAVAL” – fevereiro de 2016

       O carnaval tem raízes na Grécia e na Roma antigas, quando se faziam as bacanais e lupercais, em homenagem aos deuses da colheita, com desfiles de grande carro hornamental puxado por cavalos, com lindas mulheres, cantores, e um préstito de mascarados. Depois faziam-se simples corridas de carros.

       No Brasil, o ponto alto do carnaval de nossos dias são as escolas-de-samba, com início em 1929, que se esmeram nos enredos, fantasias e carros alegóricos, além dos animados trens-elétricos, blocos de rua e bailes à fantasia. Antigamente, havia também o corso, muitas vezes com carros enfeitados de flores naturais, e o entrudo, bolinhas de cera com água perfumada, além de outras brincadeiras  de rua. E sempre com serpentina e confete.

       O fato é que poucos deixam de se levar pelo frenesi dos dias dedicados ao rei Momo, e os poetas, a seguir, não ficaram indiferentes ao seu siginificado:
 
Pulo mais do que ioiô,
no carnaval sou assim:
por dentro sou pierrô,
por fora sou arlequim...
ANALICE FEITOZA DE LIMA
 
O Rio de fevereiro
até no céu se intromete!
- A lua vira pandeiro,
estrelas viram confete!
ENO THEODORO WANKE
 
Triste vida a do Pierrô:
sofrer pela Colombina,
que, nos braços de Arlequim,
ri de sua triste sina!
PALUMA FILHO
 
O sonho que eu tive um dia
e que a minha alma alegrou,
hoje é só a fantasia
de um carnaval que passou...
LUIZ RABELO
 
Nos teus sambas e folias,
meu carnaval feiticeiro,
a gente esquece em três dias
as mágoas de um ano inteiro!
JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO
 
Riso, disfarce, aparato,
sobre um rosto diferente:
o carnaval é o retrato
da vida de muita gente.
JOSÉ MARIA MACHADO DE ARAÚJO
 
Quanto traje colorido
de aparência rica e nobre
traz nas dobras, escondido,
um palhaço triste e pobre!...
SARA M. KANTER
 
Perfumes... Sons... Muitas cores...
Alegria sem igual...
Amores... Falsos amores...
Mascarados... Carnaval...
CARLOS GUIMARÃES
 
No carnaval do desgosto,
muitas vezes de improviso,
ponho a máscara no rosto
para mostrar meu sorriso...
BATISTA SOARES
 
Meu carnaval se repete
com a mesma Colombina:
faço dos versos confete
e da trova - serpentina.
JOSÉ VALERIANO RODRIGUES
 
Ficou na minha lembrança
um carnaval que não finda,
no  qual brincou a criança
que cresceu e brinca ainda.
JOSÉ VALERIANO RODRIGUES
 
O meu riso é mascarado,
eu não sou alegre assim...
Há um palhaço amargurado
Que chora dentro de mim.
CLÓVIS MAIA
 
A máscara de alegria
em meu rosto, com frequência,
é apenas a fantasia
no carnaval da existência.
SYLVIO RICCIARDI
 
Carnaval: dança e alegrias,
que têm o dom surpreendente
de sepultar, por três dias,
todas as mágoas da gente!
P. DE PETRUS
 
Nos carnavais decidi
batalhas de mais valor;
se as de confete perdi,
ganhei batalhas de amor.
P. DE PETRUS
 
Carnaval. Reina a folia.
Quantos, nessa confusão,
se escondem na fantasia
para mostrar o que são!
PAULO EMÍLIO PINTO
 
Carnaval - coisa engraçada
de malandro e gente bamba...
A dor do povo chorada
na letra rude do samba.
PRATA TAVARES
 
Para que um carnaval
com três dias de folia,
pois se a vida é afinal,
grande baile à fantasia?
RENATO VIEIRA DA SILVA
 
Com esse olhar que fascina
não me queimes por quem és:
- serás minha Colombina,
- serei Pierrô a teus pés.
CARVALHO GUIMARÂES
 
Sem tentar - não há fracassos.
Sem ter fé - não há profetas.
Sem sorrir - não há palhaços.
Sem sofrer não há poetas!
MIGUEL RUSSOWSKI