www.falandodetrova.com.br

CONCURSO ESTADUAL DE TROVAS - HOMENAGEM CENTENÁRIO DE LUIZ OTÁVIO - 2016

Tema-base para confecção das trovas foram os versos de Luiz Otávio:  "quem na vida deixa versos, parece que morre menos..."

VENCEDORES

1º LugarMaria Madalena Ferreira
Não morrer nunca! – Eis um sonho
ao meu alcance! - Afinal,
sempre que um verso eu componho
torno-me um pouco imortal!!!
 
2º LugarMaria Madalena Ferreira
Reunindo os poemas dispersos
que eu já escrevi, posso, enfim,
morrer, pois deixo meus Versos
para viverem por mim!

3ºL: Gilvan Carneiro da Silva
Poeta não morre... Aquele
“Adeus” é de quem se queixa.
Fica sempre um pouco dele
nos versos que ele nos deixa.
 
4ºL: José Henrique da Costa
Cada verso que deixei
é uma vida que vivi,
se foi tanto que versei,
tanto menos eu morri.
 
5ºL: Marialice A.  Velloso
Sei que, um dia, vou partir...
Muito fiz na trajetória.
Meus versos... deixo a sorrir,
pois contarão minha história.

 
 Menções  Honrosas
(Ordem alfabética)

Cléber Roberto de Oliveira
Mesmo que postumamente
– quem tal prodígio não viu? –
por seus versos diz presente
um poeta que partiu!...
 
Gilvan Carneiro da Silva
Muito menos do que devo
é o que credita o meu fim,
pois nos versos que eu escrevo
deixo um pouquinho de mim...

Giovanelli
Fala de amor, de emoção
quem deixa versos serenos,
nos causando a impressão
de que morremos bem menos

Josafá sobreira da Silva
Quem deixa apenas um verso
faz algo surpreendente!
Pode jazer no Universo,
mas não morre totalmente!

Sandro Pereira Rebel
Versejar torna menores
as chances de se morrer:
é, pois, uma das melhores
receitas do bem-viver.

Menções  Especiais
(Ordem alfabética)

Edmar Japiassú Maia
Toda vez que o bardo assina
seus versos, seus ideais,
a inspiração o ilumina
e o poeta vive mais!

Jota de Jesus
Não tem menos, não tem mais,
os seus sonhos concretiza...
Poeta não morre, jamais,
com seus versos se eterniza.

Marialice Araújo Velloso
Em tão pequenos espaços
norteei a minha estrada.
Meus versos são meus pedaços
que me farão ser lembrada.

Moacyr Sacramento (MOA)
Qualquer poeta? Talvez.
Mas no universo afetivo,
por cada verso que fez,
Luiz Otávio está vivo.

Ruth Farah Nacif
Quem faz versos, lentamente,
vai ficando conhecido.
E, depois, não mais presente,
demora a ser esquecido...

NOVOS TROVADORES / Tema: LEMBRANÇA

(VENCEDORES)

Fátima Parente
Caem as folhas... Outono...
Lágrimas de um despedir...
Em meu recanto, abandono...
Lembrança... um sonho a fugir...
 

Janilce Simões
Tenho somente na vida
essa lembrança malvada
que é bem pesada e sofrida,
mas é melhor que ter nada.,
 
Luiz Gondim de A. Lins
De minha mãe a lembrança
não se afastará jamais;
sou uma eterna criança,
barquinho buscando o cais...
 
Maria José Cordovil
O passado não fenece
e mantém viva a afeição:
sua lembrança me aquece
nas horas de solidão
 
Rosa Maria Gomes Mendes
Meu coração não te esquece,
como dói esta lembrança.
Ele, em trevas, permanece,
querendo a luz da esperança!

INFORMAÇÕES ENVIADAS POR RENATO ALVES, VICE-PRESIDENTE DA UBT CIDADE DO RIO DE JANEIRO