CONCURSOS DA UBT SÃO PAULO - 1995
(todas as classificações por ordem alfabética)

PARA ASSINANTES DO “INFORMATIVO SP” TEMA = “DESPEDIDA”

VENCEDORES

Em toda vida eu te vi
tão dentro dos sonhos meus,
que ao despedir-me de ti,
era a mim que eu dava adeus!
ALMERINDA LIPORAGE – RIO

Ao fugir do teu abraço,
pude ver, na despedida,
que, ao tentar romper um laço,
dei um nó na minha vida!

Tua ausência, em despedida,
causa um vazio tão louco,
que é como se a própria vida
também se ausentasse um pouco.
ARLINDO TADEU HAGEN (duas)

Despeço-me da bebida...
mas o desejo escapole,
finge um brinde à despedida
e me serve mais um gole!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA – RIO

Quando, em nossas despedidas,
discreta, estendo-te a mão,
nem notas que, às escondidas,
te entrego meu coração!...
HELOISA ZANCONATO PINTO – J. DE FORA

Numa despedida amarga
tenho sempre esta certeza:
- o tempo alivia a carga
mas não carrega a tristeza...
ISTELA MARINA GOTELIPE LIMA – BANDEIRANTES

Roga a Deus, na despedida,
que abafe os soluços teus,
há Deus em tudo na vida,
até na palavra “adeus”.
JOÃO ALBERTO FERREIRA – FORTALEZA

Se Deus inventou o Amor,
o Diabo, em contrapartida,
um dia, de mau humor,
inventou a despedida...
JOÃO PAULO OUVERNEY – PINDAMONHANGABA

Fica, e esquece a despedida;
pois, quando partes assim,
é como se a minha vida
se despedisse de mim!
JOSÉ TAVARES DE LIMA – JUIZ DE FORA

Ela bem longe... e eu tão louco,
chego a crer que, na velhice,
quem diz adeus, morre um pouco...
e quanto adeus eu já disse!...
LAVÍNIO GOMES DE ALMEIDA – BARRA DO PIRAÍ

O trem chegou... nem me viste!
Como mudam nossas vidas...
Tu foste a volta mais triste
de todas as despedidas.
OCTÁVIO VENTURELLI – NOVA FRIBURGO

Despedida... O trem partiu...
e até hoje eu não sei bem
que alma boa me impediu
de correr atrás do trem...
WALDIR NEVES – RIO

- - - - - - - - -

ASSINANTES DE PORTUGAL:

Eu chorei na despedida!
Creio, amor, que sem razão:
- Tu deixaste a minha vida...
Ficaste em meu coração!

Quando me acenaste “adeus”,
na amurada, junto ao cais,
ficaste nos olhos meus
naquele “até nunca mais”...
EMÍLIA PEÑALBA DE ALMEIDA ESTEVES – PORTO (duas)

Teu aceno doce e lento
foi uma ilusão perdida:
tomei-o por chamamento,
e era adeus de despedida!
MARIA AMÉLIA PINTO DE CARVALHO E ALMEIDA – LISBOA

Como é triste a despedida...
Jamais te direi adeus!...
Pois creio na outra vida
que existe junto de Deus!
MARIA JOSÉ VIEGAS CONCEIÇÃO FRAQUEZA - FUZETA

===================================

PARA “VETERANOS” DA UBT SÃO PAULO TEMA = “PARTIDA”

VENCEDORES:

Na partida, quando fores,
alenta a minha esperança.
- Guarda, amor, nossos amores
na bagagem da lembrança.
ANALICE FEITOZA DE LIMA

Poucos brinquedos a Idade
ora reserva a esta vida:
- Resta brincar de Saudade
com quem brincou de Partida.
ANTONIO DE OLIVEIRA

Não choraste na partida,
mostrando alegre o semblante,
mas em carta umedecida
vejo o teu choro distante.
ARTHUR FRANCISCO BAPTISTA

Na rude encosta deserta,
por onde escorrega a vida,
não tem hora ou data certa
o comboio da partida...

Quando chegou parecia
ter chegado a madrugada...
E partiu levando o dia,
deixando a noite fechada.
AURORA PIERRI ARTESE (duas)

Anunciou a partida,
dizendo: - “É melhor assim”!
E saiu da minha vida,
levando o melhor de mim...

Partiu! E em meio ao vazio
do leito, sem “ele” ao lado,
sou seixo à margem de um rio
que teve o curso mudado...
DARLY O. BARROS (duas)

Tu, que ao partires, outrora,
não pensavas regressar,
regressas, e é tua, agora,
a hora e vez de chorar...
DIVENEI BOSELI

Depois da tua partida,
não me resta quase nada,
só a lágrima sentida
e um vulto no pó da estrada!
GIVA DA ROCHA

Quando foi dada a partida,
com mil gametas brigando,
eu lutei por minha vida ...
e continuo lutando!
HÉRON PATRÍCIO

Tua partida não tira
a minha felicidade:
- se o teu amor foi mentira,
meu sonho ainda é verdade!

Desde o dia em que partiste
sou a eterna madrugada
que espera, sozinha e triste,
o retorno da alvorada...
IZO GOLDMAN (duas)

Vendo a tarde agonizante,
percebo afinal que a vida
é nada mais que um instante
entre a chegada e a partida!
PEDRO ORNELLAS

===================================

PARA “NOVOS TROVADORES” DA UBT S. P. TEMA = “CHEGADA”

VENCEDORES:

Na vida, vindas e idas,
contrastes de nossa sorte,
chegada lembrando a vida,
partida lembrando a morte!
JAIME PINA DA SILVEIRA

Na quietude de um lampejo...
da chegada, sutilezas,
e de repente me vejo
redescobrindo surpresas.
JOANA MARIA FERREIRA

Triste fim teve a chegada
da sonhada Abolição.
Fez a raça, libertada,
mendigar, sem lar, sem pão...
MARCÍLIO NASCIMENTO FERNANDES

Hora da chegada – Festa!
Encontro, amor, emoção!
Hora do adeus, e o que resta:
- desencontro, solidão!
MARTA MARIA O. PAES DE BARROS

Teus passos subindo a escada
acordam meu coração,
que, ao pressentir a chegada,
quase para de emoção!
SUELY MORAES

Amar é verbo que encerra
noção de felicidade;
mas o verbo também erra,
pois é chegada a saudade!
TERUKO ODA

Eu fiquei numa deriva
quando partiste, querida,
tua chegada festiva
renovou a minha vida!
WALTER ROSSI

===================================

ASSINANTES DA UBT SÃO PAULO HUMORÍSTICO = TEMA: “VAIDADE”

VENCEDORES:

“Pra que rouge?” – indaga a Tita,
à mãe vaidosa que o aplica.
“Pra que eu fique mais bonita!”
E a filha: “Por que não fica?...”
ADÉLIA VICTÓRIA FERREIRA

“Quantos anos dá pra mim?”
diz, vaidosa. E, com desdém,
o galã responde assim:
“Já não chegam os que tem?”
ALBA CHRISTINA CAMPOS NETTO

Na rua, quando ela passa,
a rebolar, bem feliz,
sua vaidade ultrapassa
a moldura dos quadris!...
ANALICE FEITOZA DE LIMA

O marido agonizante...
E ela, vaidosa, porém,
só reclama a todo instante:
“Luto não me fica bem!...”
DOMITILLA BORGES BELTRAME

Sou rico e bem talentoso;
à vaidade não me presto;
inteligente, formoso...
e, além de tudo, modesto!
GIVA DA ROCHA

Com vaidade e bem ‘coquete”,
diz: “Espelho, existe alguém...”
E, ele, antes que ela complete:
“Mais feia que tu? Ninguém”!!!
IZO GOLDMAN

A coroa pesadona,
por vaidade emagreceu.
De costas, que bonitona!
Mas de frente... que museu!

“Vai-te, baço!” – diz, bem prosa,
com vaidade, o operador.
Grita a enfermeira, nervosa:
“Era a amígdala, doutor!”
Mª HELENA CALAZANS DUARTE (duas)

Só por vaidade, a Dalila
sempre esconde a flacidez,
mas, sem cinta, fura a fila,
alegando... gravidez!!!
MARIA REGINATO LABRUCIANO

Ferindo a minha vaidade,
na certa procura enguiço
quem pergunta a minha idade,
depois se espanta: - Só isso???
PEDRO ORNELLAS

Deu “bode” a vaidade dela...
A plástica esticou tanto
que, hoje, ela só faz novela
que exige cara de espanto!
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA

============================
COLABORAÇÃO DE THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA = UBT SÃO PAULO