CONCURSOS DE ASSINANTES DA UBT SÃO PAULO - 1999
(todos os nomes aparecem por ordem alfabética)

ÂMBITO NACIONAL - TEMA "UM RITMO MUSICAL NA TROVA"

Recordo os fados de amor
que cantei, vagando à toa,
nas lindas praças em flor
da bela e antiga Lisboa!
ALFREDO DE CASTRO - Pouso Alegre

Num "dois-pra-lá-dois-pra-cá"
-  e é desse jeito que eu quero -
minha vida agora está
na cadência de um bolero...
ANTONIO COLAVITE FILHO - Santo André

Na valsa eu notei, um dia,
ao tocá-la, com cautela,
que eu nunca mais viveria
sem tocar no corpo dela.
ARLINDO TADEU HAGEN - Juiz de Fora

Cadência, embalo... um abraço
envolvente, acolhedor,
dois corpos num só compasso
no samba-canção do amor!
CONCHITA MOUTINHO DE ALMEIDA - Poços de Caldas

Um abajur sobre a mesa,
na velha jarra uma flor;
um "Tango  para Tereza",
saudades de um velho amor.
DALMIR PENNA - Barra do Piraí

A trova que mais palpita
em meu pobre coração
baila na pauta infinita
de um velho samba-canção!
EDUARDO A. O. TOLEDO - Pouso Alegre

Enquanto o trem apitava
na curva, em tua partida,
uma vitrola tocava
a valsa da despedida!
EDUARDO A. O. TOLEDO

Um samba juntou-se, um dia,
a uma valsa de emoção...
Dessa união nasceria
o som do samba-canção!... 
HERMOCLYDES SIQUEIRA FRANCO - RJ

Abraçada aos desenganos,
nada mais danço, em verdade,
do que a "Valsa dos Quinze Anos"
pelos Salões da Saudade!
MARIA MADALENA FERREIRA - Magé

Sei de trovas com tal viço
que, envoltas num ar brejeiro,
exalam todo o feitiço
de um chorinho brasileiro...
OSCAR VIEIRA SOARES - Taubaté

Para não chorar sozinho
- da saudade prisioneiro -
choro com meu cavaquinho
num chorinho brasileiro.
SANTOS TEODÓSIO - Brumadinho

Os sussurros e gemidos
dos amantes com fervor
são bemóis e sustenidos
de um samba-canção de amor...
SANTOS TEODÓSIO 

---------------------------------------------
PARA TROVADORES DE PORTUGAL:

Nossos corpos se entenderam
no samba, de tal maneira,
que nossas vidas nasceram
ao fechar-se a gafieira...
DOMINGOS FREIRE CARDOSO - Porto

Em vai-e-vem de marés,
nessa valsa de salão,
teceram os nossos pés
enredos do coração... 
DOMINGOS FREIRE CARDOSO

Na flor dos anos vivida.
a mocidade se esmera
dançando a valsa da vida,
nos braços da primavera...
EMÍLIA PEÑALBA DE A. ESTEVES - Porto

Tu tens uma ideia falsa
dos bailes de São João:
ali ninguém dança valsa,
é só o "Vira" e o "Malhão"!
MARIA AMÉLIA P.C. ALMEIDA - Lisboa

-------------------------------------------------
PARA "NOVOS TROVADORES" DA UBT SP 
  TEMA: "UM BRINQUEDO NA TROVA"

Dos meus brinquedos da infância,
guardo a boneca de louça,
do bercinho a ressonância
que a saudade quer que eu ouça!
JOANA MARIA FERREIRA

Ganhei de Deus no meu sono,
sem despertar da magia,
uma boneca sem dono
a quem chamei de poesia!
MARIA ELISABETH CÂNDIO

Eu trago na alma, escondida,
a figura de um menino
que chuta as bolas da vida
rumo ao gol do meu destino!
MARIA ELISABETH CÂNDIO

Até  parece brincar...
A jovem mãe se renova
quando se põe a ninar
a sua "boneca nova".
YEDA RAMOS M. PATRÍCIO

----------------------------------------------------------
PARA"VETERANOS TROVADORES' DA UBT SP 
TEMA: "UM INSTRUMENTO MUSICAL NA TROVA"

Sobre o piano há uma pauta,
(notas tristes na memória...)
e o silênico de uma flauta
relembrando a nossa história.
ALBA CHRISTINA CAMPOS NETTO

O pandeiro e o c avaquinho
reforçam tanto o namoro
da flauta-doce e do pinho
que até a lua cai no choro...
ANA CECÍLIA FERRI SOARES

Nos meus dedos se empoleira
a lua, à firme intenção
de ser a minha parceira
nas cordas de um violão...
DARLY O. BARROS

No seu tom mais que plangente
um sonoro bandolim
veio acordar, insistente,
a tua saudade em mim!
DOMITILLA BORGES BELTRAME

O violão encostado
junto à parede sem cor,
parece chorar, calado,
o silêncio do cantor!...
DOMITILLA BORGES BELTRAME

O teu piano fechado...
Calado o meu violino...
Triste dueto tocado
pelo teu e o meu destino...
IZO GOLDMAN

É tarde, e eu abro a janela;
ouço um piano em surdina.
Nada vejo na viela...
É a saudade, lá na esquina.
MARIA REGINATO LABRUCIANO

Portão velho... Velha lira...
Já chorou ao se fechar,
mas, hoje canta e suspira
sabendo que vais voltar...
MARINA BRUNA

O vento se põe frajola
só para agradar a lua
e vem tocar a viola
tangendo os fios da rua...
MARINA BRUNA

Disfarço meu sonho triste
nas cordas do bandolim,
porém o chorinho insiste,
sem querer, fala por mim!
SELMA PATTI SPINELLI

Imagino a cena inteira:
um piano, um vinho quente,
nós dois ao pé da lareira,
e tudo que o amor consente!
SELMA PATTI SPINELLI

A sanfona de Gonzaga,
o "Lua", "cabra da peste",
na Asa Branca conta a saga
da seca... no meu Nordeste!
SÉRGIO FERREIRA DA SILVA

Teus dedos, fazendo arpejos,
dão-me a clara sensação
de que, em meu corpo, os desejos
são cordas de um violão!
SÉRGIO FERREIRA DA SILVA

Mudo.. o piano enfeitado,
na sala, entre duas portas,
é o túmulo de um passado
de melodias já mortas!
ZAÉ JUNIOR

No ardor da seresta, o pranto
fez calar meu violão...
Se tu me roubaste o canto,
por que deixaste a canção?...
ZAÉ JUNIOR

-------------------------------------------------------
HUMORÍSTICAS ((somente para associados da capital paulista) - TEMA: 'UM ANIMAL NA TROVA

- Raio de bicho malandro! -
o astronauta geme e sua
e a pulga, em seu escafandro,
vai de carona pra lua...
ADÉLIA VICTÓRIA FERREIRA

Quando o boi é retalhado
e sem dó entra na faca,
muda de nome o coitado
e vira... carne de vaca!
AURORA PIERRI ARTESE

Ratinho.. lobo... leão...
- mais alguns irracionais -
fazem da televisão
um reduto de... animais!
HÉRON PATRÍCIO

No "Jornal do Mentiroso",
um anúncio diferente:
- Troco meu bode "cheiroso"
por um burro "inteligente"...
IZO GOLDMAN

O leitão ficou ouvindo
que a mãe... é porca; e o coitado,
até hoje está grunhindo,
cabisbaixo e envergonhado.
MARIA REGINATO LABRUCIANO

Chega o Natal... e a galinha
diz à perua "mamada":
- Sei que vou ser empadinha
mas não morro embriagada!
MARINA BRUNA

Diz o "minhoco" assanhado
à minhoca "oferecida":
- Só não sei é de que lado
eu vou te beijar, querida!
MARTA MARIA O. PAES DE BARROS

A galinha da vizinha
cisca muito, onde não pode...
e é tanto galo na rinha,
que isso ainda vai dar bode!
SÉRGIO FERREIRA DA SILVA

Outra ovelha? Sacanagem...
e uma dúvida o corrói:
Não dá pra fazer clonagem
com coelhinhas... da Plaboy?
THEREZINHA DIEGUEZ BRISOLLA

O cachorrinho da Igreja
pediu perdão ao Senhor,
pois está amando e corteja
a filha de cão pastor!
ZAÉ JUNIOR

-------------------------------------
Crédito da matéria: Magnífica Trovadora Therezinha D. Brisolla - UBT SP