VOZES DO CORAÇÃO
             (José Tavares de Lima)


Venci distância e cansaço
para abraçar-te ... no fim,
quando cheguei, teu abraço
não esperava por mim...
 
Esquece a luta perdida
porque, mais que insensatez,
lembrar fracassos na vida
é fracassar outra vez !
 
Se não crês em Deus porque
não crês no que nunca viste,
lembra que o cego não vê,
mas sabe que a luz existe!...
 
Todo o bem que o amor resume
acaba em desilusão,
quando a sombra do ciúme
envolve a luz da razão
 
Pode ser falso o teor
que este conceito resume:
mas eu não creio no amor
de quem não sente ciúme
 
Assim como todo lume
tem que ter ardor e chama,
também tem que ter ciúme
o coração de quem ama!
 
Não deixa de ser valente
quem lutando fracassar...
Perder lutando é acidente;
Covardia é não lutar!
 
Enfrente a luta e, persista
se acaso a vitória tarde...
Não há troféus de conquista
nas estantes do covarde!
 
Amar alguém eu temia...
E acabei, na indecisão,
pagando essa covardia
com a minha solidão!
 
Crê na vitória e tem calma
ante o revés que alucina...
Quem traz um sol dentro d'alma
não se perde entre a neblina!
 
Busca no verso a alegria,
se hoje a vida te amargura,
que a vereda da poesia
pode levar-te à ventura !...
 
Voltaste tão diferente
da mulher que foi tão linda,
que embora estejas presente
não sei se voltaste ainda!...
 
Meu maior contentamento
é quando, amorosa, dizes
que eu sou o melhor momento
dos teus momentos felizes !
 
Desperta. A noite é de encanto!
E a lua, aflita, no espaço,
já não pode esperar tanto
para ver o nosso abraço!...
 
O amor vem, não se procura...
Chega sutil, de repente,
como uma luz que a ventura
acende dentro da gente!
 
Lembra, em tua majestade,
quando o orgulho te arrebata,
que é no espelho do humildade
que a grandeza se retrata!
 
As penas da vida aceita
sem revoltas, sem reclamos...
pois sempre a nossa colheita
depende do que plantamos...
 
Pratica o bem desde agora,
pois com urgência é preciso
que no rosto de quem chora
faças brilhar um sorriso!...
 
Felicidade, me resta
sonhar contigo e mais nada;
já que a sorte, em tua festa,
não permite a minha entrada!
 
Se a sorte não me convida,
teimoso, forças concentro
e entro na festa da vida
como 'penetra'... mas entro! ...
 
Festeiro de alma iludida,
disfarçando a sorte ingrata,
faço uma festa da vida
mesmo que o vida me bata! ...
 
Muita gente, na velhice,
não sonha mais... tem saudade
Corno se o sonho exigisse
certidão de nossa idade!...
 
Contra a idade não tem fugas...
Mas eu vejo, com desgosto,
que a vida ingrata pôs rugas
antes do tempo em meu rosto!
 
De tanto esperar-te e vendo
que a idade avança, severa,
sinto em minh'alma crescendo
o desencanto da espera !...
 
Fazendo um fico insincero
que na verdade deploro,
eu minto que não te quero
para esconder, que te adoro!
 
Recebo cartas... Centenas!...
Eu trocaria, porém,
todas elas por apenas
uma que espero e não vem...
 
Partiste... Em meu desatino
vejo, ante o sonho desfeito,
que o pranto - intruso inquilino
fez domicílio em meu peito!
 
Nossa união que eu aceito
como a dádiva mais grata,
é nó-cego tão perfeito
que nem a morte desata !
 
Nem a derrota embaraça
quem luta e nunca esmorece;
pois sabe que a nuvem passa
e o sol de novo aparece!
 
Faz da vida uma peleja
pelo bem que tens em mente;
ninguém colhe o que deseja
desejando... simplesmente!
 
Nos obstáculos que enfrentas
sê forte e perseverante:
- é no rigor das tormentas
que se mede o navegante! ...
 
Espero-a... A noite está fria,
mas não desisto... Ouço passos
e o prêmio da teimosia
vem se acolher nos meus braços!
 
O teu desprezo me diz
que eu desista... todavia,
no anseio de ser feliz
ninguém mede a teimosia!
 
Ao ver-te me causa espantos
tanta beleza, e não nego
que diante dos teus encantos
lamento a sorte do cego...
 
Nas noites que a sós eu passo,
se há luar fico sem sono,
e mesmo sem teu abraço
não me dói tanto o abandono!...
 
Confessar-te às vezes tento
que te quero com fervor.
Mas é pouco o meu talento
para expressar tanto amor!
 
Amigo bom não procura
nosso pranto consolar:
pressente a nossa amargura
e não nos deixa chorar! ...
 
Quando diante de um perigo
sentes o amparo de alguém,
é Deus esse alguém amigo
que não sabes de onde vem!
 
Esquece, o triste passado
que te deixa descontente...
Se o teu "ontem" foi nublado,
põe um sol no teu "presente"!
 
Se cai neblina, acho graça;
se chove, a chuva bendigo;
pois se o mau tempo não passa,
passas mais tempo comigo!...
 
O tempo passou ligeiro,
mas deixou comigo o vulto
daquele menino arteiro
que hoje chora ao ver-me adulto!...
 
Mesmo que o sol não desponte
com seu brilho encantador
haverá belo horizonte
nas manhãs do nosso amor!...
 
Não te iludas com o encanto
que te causa a glória vã...
Quem hoje te aplaude tanto
pode vaiar-te amanhã!
 
Mais que a tua despedida
e a mágoa imensa dos sós,
dói-me a distância que a vida
insiste em por entre nós...
 
Faze o bem e, com urgência,
planta o amor em tua estrada,
antes que a tua existência
seja inútil caminhada...
 
Nossa paixão louca e plena
às vezes me faz supor
que uma existência é pequena
para conter tanto amor!
 
Segue, atento, a voz segura
dos que têm longa vivência...
Erra menos quem procura
ouvir, mais a experiência!
 
Se falhas, com paciência
é necessário que insistas...
Porque se deve à insistência
todas as grandes conquistas!
 
Em cascatas de poesias
eu transformo, comovido,
o rio de águas sombrias
que a minha vida tem sido...
 
Partiste... Não desespero
porque sei, contendo a ânsia,
que o laço do amor sincero
não se desfaz na distância...
 
Para o carente, o sozinho,
um pouco de amor faz bem,
porque a fome de carinho
às vezes mata também!
 
Muitos sonhos de venturas
são cascatas de ilusão:
encantam, lá nas alturas,
mas se desfazem, no chão...
 
Meu grande engano, confesso,
foi pensar ao ver-te enfim,
que a razão do teu regresso
fosse a saudade de mim...
 
Sem ter amor, contrafeito,
na minha tristonha lira,
para enganar o meu peão
canto um amor de mentira !
 
No jogo que a vida tece,
a experiência me diz
que a sorte sempre me esquece
quando o prêmio é ser feliz! ...
 
Sonha mais, sonha que a vida
mesmo penosa e tristonha,
é paisagem colorida
para os olhos de quem sonha!...
 
Quem tem pose envaidecida,
talvez não saiba nem sinta
que é na paisagem da vida
um reles pingo de tinta!...
 
Não chores, que a tua vida
mesmo ingrata aos olhos teus
é sinfonia regida
pela batuta de Deus! ...
 
Pela vida, à semelhança
de um colono, sigo eu
plantando nova esperança
onde a esperança morreu!...
 
Quem recebe e não revida
um gesto de ingratidão,
em meio às trevas da vida
semeia a luz do perdão!...
 
Neste mundo ingrato e rude,
de tantas hipocrisias,
vejo a jóia da virtude
no rol das bijuterias!
 
Sozinho, vivo à procura
de quem seja o mar perfeito
para o rio de ternura
que tenho dentro do peito!
 
Quando me abraça e murmura:
"serei tua a vida inteira"
nunca vi tanta ternura
em frase tão corriqueira
 
No peito, por ser sincero,
sinto a aflição de um castigo,
quando digo que te quero
e tu não crês no que eu digo!
 
Um dia te fiz sofrer...
E agora sofro a aflição
de o meu remorso não ter
como encontrar teu perdão!...
 
Ficou como exemplo ao mundo
que o amor vence os desatinos,
o perdão de um moribundo
para os próprios assassinos!...
 
Mostrando que no teu peito
pulsa um nobre coração,
paga o mal que te foi feito
com moedas de perdão...
 
Tenho bem pouco... Migalhas...
mas não me dói ser plebeu:
foi num presépio, entre palhas,
que um Deus-menino nasceu!
 
Natal!... Que o toque dos sinos
traga alegrias também
para aqueles pequeninos
que são filhos de ninguém !...
 
No Natal vejo meninos
com boa roupa e bom teto
ganhando presentes finos...
e tão carentes de afeto!...
 
Quando ris, tenho certeza
que Deus, tão sábio e preciso,
exagerou na beleza
quando fez o teu sorriso!
 
Beleza em meu pressuposto
é mais um detalhe vão,
quando é presença no rosto
e ausência no coração! ...
 
Procure dar mais valor,
nesta vida tão fugaz,
à beleza inferior
que nem o tempo desfaz !
 
Se tens muito, ao mais carente
procura um pouco ajudar,
que um pingo d'água somente
não faz diferença ao mar..
 
Mar, nas tuas águas mansas
que embravecem de repente,
eu descubro semelhanças
com o destino da gente! ...
 
Água é donzela carente,
tanto que até faz desvio
para mais rapidamente
cair nos braços de rio!
 
Teus olhos, quando me fitas,
parecem, para o meu gosto,
duas rimas bem bonitas
no poema do teu rosto!
 
Para o meu viver tristonho
um motivo mais ressalta:
na trova feliz que eu sonho
és a rima que me falta...
 
Na serenata dos sós
o meu canto é tão sentido,
que quem ouve a minha voz
supõe ouvir um gemido!...
 
Quando chora a pobre gente
por na mesa não ter nada,
a terra chora a semente
que nela não foi plantada!...
 
Quando os pés na terra ponho,
descubro, frustrado e triste,
que o mundo feliz que eu sonho
somente em meu sonho existe.
 
Lembrando os tempos risonhos,
vejo com desgosto infindo,
que os meus coloridos sonhos
estão se descolorindo!
 
Ao ver na rua um menino
sem rumo, sem lar, sem pão,
não lamento o seu destino...
lamento a nossa omissão!
 
Manhã tristonha. Chovia.
Ias partir.. Desencanto...
E o pranto da chuva fria
se misturava ao meu pranto!...
 
Na vida não queiras ter
só momentos de alegria;
repara que o amanhecer
não é igual todo dia.
 
Planta, a cada frustração
outro sonho em tua estrada...
Antes crer numa ilusão
do que não crer mais em nada!...
 
Viva a vida; mas, cuidado!
Precavido, não se esqueça
de construir seu telhado
antes que a chuva aconteça!...
 
Faze do bem exercício...
Pois, penosa aos olhos teus,
a renúncia é sacrifício
que nos põe perto de Deus !...
 
Entre outras mãos eu bendigo
aquela que, humildemente,
cava a terra e planta o trigo
que mata a fome da gente!
 
Nossas mãos quando as unimos,
embora não tenham voz,
do grande amor que sentimos
falam melhor do que nós!
 
Quando nem tudo são rosas
num mundo escasso de fé,
eu louvo as mãos caridosas
que os caídos põem de pé!
 
Vinha bela e sorridente,
e a brisa por cortesia,
ia varrendo na frente
a estrada que ela seguia!
 
A brisa quando se lança
pelos campos a correr,
até parece criança
brincando de se esconder
 
Quando a tristeza me invade
e a tua falta lamento,
escuto a voz da saudade
na sinfonia do vento!
 
Sei que nem tudo é bonança
entre nós... Mas, por favor,
não plantes desconfiança
na terra do nosso amor...
 
Não me empolga a fantasia
de amores fúteis, devassos...
O amor que eu tanto queria
já encontrei nos teus braços!
 
Pobre barraco de morro!...
Quando a chuva a terra invade,
és um grito de socorro
perdido na tempestade!
 
Rio, nas águas serenas
que vais levando em teu leito
leva também essas penas
que tanto afligem meu peito!
 
Perdido nos descaminhos,
sem ter onde desaguar,
sou um rio de carinhos
à procura do seu mar!
 
Nos aparências não creias...
Existem rios no mundo
de águas escuras e feias
que têm tesouros no fundo! ...
 
Procura vento, nas noites
invernosas e sem lua,
diminuir teus açoites
contra os que dormem na rua !
 
No purgatório do mundo
penei... mas pude encontrar
um céu sereno e profundo
quando vi o teu olhar!
 
Mesmo chorando ou sorrindo,
em cada olhar de criança
descubro um sol claro e lindo
com o brilho da esperança !...
 
No constante perde-e-ganha
deste viver peregrino,
há sempre uma força estranha
movendo o nosso destino
 
Procura na inglória trilha
manter firme o teu comando,
que a derrota nunca humilha
quando se perde lutando
 
Se a solidão tem um preço,
eu pago o dobro por certo,
porque até quando adormeço
sonho que estou num deserto...
 
Eu não sei de solidão
que se compare à de quem
não guardou no coração
uma saudade de alguém.
 
Pode ser que desagrade
a muitos meu parecer;
mas é melhor ter saudade
do que saudade não ter!
 
Para enfeitar minha vida
não quis um amor-perfeito...
Agora a flor preterida
virou saudade em meu peito!
 
Louvo a mão que, resoluta,
com arte digna de espanto,
transforma a madeira bruta
na doce imagem de um santo!
 
A torre da ermida ao longe,
entre sombra e solidão,
lembra a figura de um monge
numa infinita oração!
 
Os povos irão se unir
sem que a guerra os amedronte,
quando o mundo construir
menos muralha e.... mais ponte!
 
Partiste... De tal maneira
chorei ante o desencanto,
que o orvalho da noite inteira
foi bem menor que o meu pranto! ...
 
O amor que é paixão, que é febre,
põe, com a sua magia,
na pobreza de um casebre
a riqueza do alegria!
 
Se em meu rumo há sombra adiante
a lamentar não me ponho...
Prossigo perseverante
na conquista do meu sonho!
 
Pobre do meu coração! ...
Por mais que o enganes e pises,
na cegueira da paixão
não enxerga os teus deslizes!
 
Não creio mais no que dizes,
e perdoar-te não vou...
Foram tantos teus deslizes
que o meu perdão se cansou !
 
Buscando um jeito suave
de superar nossas crises,
o meu deslize mais grave
foi perdoar teus deslizes!
 
Chora a mulher desolada,
ao ver que o mar traiçoeiro
trouxe de volta a jangada,
mas não trouxe o jangadeiro!
 
Não regressas... Triste aceito
cumprir a pena severa
desta espera que em meu peito
é mais angústia que espera! ...
 
Não te julgues tão segura
depois que foste e voltaste...
Pois teu regresso não cura
a mágoa que me deixaste!
 
Não sou perfeito, mas creio
que entre as pessoas da terra,
censura o deslize alheio
justamente quem mais erra
 
Sob um luar feito em prata,
sem ela, triste, sem sono,
faço a minha serenata
pelas ruas do abandono!
 
Eu, por ser um pecador,
em ter o céu não me empenho;
na terra, com teu amor,
o céu que eu quero já tenho!
 
Se a vida é penosa e bruta
não fraquejo, sigo em frente,
como um náufrago que luta
contra a força da corrente...
 
Sozinho, sem ter na vida
quem preencha os dias meus,
sou como o altar de uma ermida
num povoado de ateus!...
 
Um grão só nunca é de menos,
muito importa na colheita...
Pois é com elos pequenos
que a grande corrente é feita!
 
Eu planto boa semente,
mesmo assim por mais que eu plante,
minha colheita, desmente
o que o provérbio garante! ...
 
Se quer colher mais adiante
desde já plante a semente,
que o futuro se garante
trabalhando no presente!
 
Luta, e com mão destemida
traça teu rumo e conduta,
antes que sejas na vida
um derrotado sem luta! ...
 
A mendiga não tem nada;
leva um viver vagabundo;
mas, ao filhinho abraçada
se sente a dona do mundo!
 
Dói mais meu sonho frustrado
ao ver, com tristeza imensa,
o meu afeto humilhado
pela tua indiferença !
 
Nas ruas, pobre menino,
vagueias sem pão, sem teto;
mas sei que no teu destino
dói mais a fome de afeto!
 
Lembra, na ajuda prestada
que outro interesse resume,
que as flores não pedem nada
em troca de seu perfume!
 
Mesmo depois de desfeito,
um grande amor de verdade
fica escondido no peito
sob a forma de saudade!
 
Saudade... Um sorriso brando
para uma dor esconder...
Alguém partindo, tentando
me dar adeus sem querer!...
 
Esta renúncia forçada
ao teu amor me dói tanto,
que a minha alma inconformada
nem se consola no pranto!...
 
Nem todos, tenho certeza,
abrem mão de seu prazer...
Porque renúncia é grandeza
que só os bons podem ter!
 
Quem nos erros se aferrenha,
não sabe que a chave torta,
por mais força que se tenha
não abre nenhuma porta!
 
Podes ir... mas, se um lamento
ouvires de vez em quando,
não é murmúrio de vento...
É minha voz te chamando!...
 
Não sou feliz, todavia
escondo o desgosto meu
simulando uma alegria
que a vida nunca me deu !
 
Das esperas e cansaços
recompensa igual não tem,
como o dilúvio de abraços
que ela me traz quando vem!...
 
Derrota não intimida
aquele que, persistente,
esquece a luta perdida
e vai lutar novamente!
 
Ouço o mar nas madrugadas;
e sinto, em seu murmurar,
os gemidos das jangadas
que não puderam voltar!...
 
Para Deus, capaz de ver
a fé no peito contrito,
um murmúrio pode ser
mais eloqüente que um grito!
 
Cansado de levar tombo
pela vida o negro insiste
na procura de um quilombo
que ele nem sabe se existe!
 
Num quilombo bem distante,
palco de uma luta inglória
um sonho foi importante
muito mais do que a vitória!...
 
A morte não me intimida;
mas, por ser tão inclemente,
eu tenho medo da vida
que mata os sonhos da gente!....
 
Não temo envelhecer.
Tudo na terra é finito...
Repara que o entardecer
é sempre um quadro bonito!
 
Quem visa em seu desvario
tudo ter, de imediato,
se esquece que o grande rio
é no princípio um regato.
 
As dunas que o vento forte
faz e desfaz de inopino,
têm, na incerteza da sorte,
um pouco do meu destino...
 
Ser bom consiste em sentir
que no mundo da amizade,
entre servir-se e servir,
servir tem prioridade!
 
De outros grilhões me desfiz...
do teu amor, todavia,
sou um escravo feliz
que não reclama alforria!...
 
Faço uma fonte de sonho
desta vida; e, sem chorar,
quando um sonho morre eu ponho
outro sonho em seu lugar!
 
Tua luta amarga aceita
sem perder a confiança,
que a passagem mais estreita
se alarga à perseverança!
 
Voltaste. Esquecido, agora,
de mágoas e de abandono,
sinto um fascínio de aurora
na minha tarde de outono! ...
 
Na cartilha do incapaz
consta um lema: prometer..
É fácil dizer que faz,
difícil mesmo é fazer! ...
 
Tendo a graça como tema
e o encanto que o amor requer,
Deus escreveu um poema
que nós chamamos: - Mulher.
 
Seja um minuto somente,
a ser feliz não me furto;
pois, dos caminhos da gente,
o da ventura é o mais curto!
 
Vou sair de teu caminho...
Percebi que não compensa
dar tanto amor e carinho
em troca de indiferença
 
Ser teu príncipe, não digo...
Tais honras nunca sonhei;
mas, nos momentos contigo,
tenho venturas de rei!
 
A mulher cresce e domina
seu desejo, seu temor;
porém volta a ser menina
quando vive um grande amor!
 
Num mundo injusto é mister
que esta justiça se faça:
sem a graça da mulher
nada mais teria graça.
 
Quem diz, na sua cegueira,
que reza em vão, desconhece
que Deus tem sua maneira
de atender à nossa prece...
 
Aos fariseus não parece,
mas quem crê sabe e sustenta:
- quanto mais humilde a prece,
mais alta a Deus se apresenta!
 
Cheia de graça e feitiço
ela diz: "Vê se me esquece";
sem saber que para isso
em vão já fiz muita prece!...
 
Mesmo que a vida aos meus passos,
seja um caminho sem glória,
eu não percebo os fracassos
porque só penso em vitória!
 
Tua ausência me faz ver
a vida tão sem motivo,
que eu vou teimando em viver
mas sem saber porque vivo!...
 
Eu tento, sem pranto ou queixa
tua ausência suportar..
Mas a saudade não deixa
que eu te lembre sem chorar!
 
Quem sofre mas, constrangido
retém a lágrima, ignora
que o tormento é mais dorido
no peito de quem não chora.
 
Para o tormento em que vivo
desde o teu adeus confesso
que só tem um lenitivo:
o teu mais breve regresso!
 
Quem já venceu nos ensina
que a vitória é mais de quem,
mesmo por entre a neblina,
descobre um sol mais além! ...
 
Não volto, orgulhoso, digo,
quando que eu volte ela insiste...
Mas, saudade, ao teu castigo
orgulho nenhum resiste! ...
 
Se te aflige um desencanto
recorre à ilusão e sonha,
que a quem sonha não dói tanto
uma verdade tristonha !
 
O mundo é enganoso e vão,
porém não deixo de crer
na esperança - esta ilusão
que ajuda a gente a viver!
 
Desfez-se o sonho... Partiste ...
Fiquei num desgosto infindo ...
Mas o que me fez mais triste
foi que partiste... sorrindo...
 
Quem sonha as mágoas olvida,
não perde a fé, nem fraqueja,
porque o sonho adoça a vida
por mais amarga que seja....
 
Desconfia precavido,
até de quem te aconselha,
que há muito lobo escondido
sob o disfarce de ovelha!
 
Se o pranto fosse alegria,
se fosse festa a desdita,
a minha vida seria
uma risada infinita!...
 
 Vazia de explicação
foi a tua despedida,
mas encheu de solidão
as horas de minha vida!
 
Busco-a com toda ansiedade
porém o destino estreito
não deixa a felicidade
ter espaço no meu peito! ...
 
Cada vez mais terno e amigo,
na verdade o nosso amor
tem muito do vinho antigo
que o tempo apura o sabor!
 
Tão forte amor nos enlaça,
e de forma tão perfeita,
que a cada dia que passa
nossa união mais se estreita!
 
No verde imenso, a cascata
de brancura cristalina,
lembra um caminho de prata
unindo o vale à colina !
 
Aquela canção que outrora
encheu nosso amor de encanto,
depois que te foste embora
serve de fundo ao meu pranto! ...
 
Na vida sou barco ousado
cheio de sonhos e planos,
que sempre acaba encalhado
na praia dos desenganos!
 
Partiste... E o pranto que invade
o meu peito dolorido
tem suspiros de saudade,
tem tristezas de gemido! ...
 
Enquanto entre alguns se expande
a descrença a fé me alcança;
porque esta Pátria tão grande
cabe na minha esperança!
 
Volta logo, antes que a espera
transforme, longa demais
meus sonhos de primavera
em suspiros outonais! ...
 
Se a luta é penosa, inglória,
não percas a confiança,
que o segredo da vitória
está na perseverança!
 
Riu-me um dia... Desde então,
com seu jeitinho suave,
entrou no meu coração
e deu sumiço na chave!...
 
Não choro a mágoa, a desdita,
que trazem tristeza a tantos,
porque a vida ainda é bonita
mesmo com seus desencantos!
 
Meu coração se afigura
um triste barco no mar,
carregado de ternura...
mas sem porto onde ancorar!
 
Chegaste... E a tua chegada
me trouxe o deslumbramento
de uma estrela inesperada
surgindo em céu nevoento!...
 
De volta à minha cidade,
na emoção que me domina,
posso ver uma saudade
me acenando em cada esquina !...

 

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.